Gênero e sexualidade

LEGALIZAÇÃO DO ABORTO

Rodrigo Maia inimigo das mulheres

O aborto não foi legalizado integralmente no Brasil, mas o STF tomou uma decisão que serve de jurisprudência para outros casos, descriminalizando o aborto, em qualquer circunstância, até os 3 meses.

Diana Assunção

São Paulo | @dianaassuncaoED

quarta-feira 30 de novembro| Edição do dia

É um ponto de apoio muito importante pra todos que lutam pra que as mulheres parem de morrer por abortos clandestinos. Mas mesmo esta decisão do STF já causou alvoroço na bancada evangélica com o pastor Marco Feliciano protestando, e em especial com o presidente golpista da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia na calada da noite informando que vai instalar comissão especial com o objetivo de rever a decisão do STF, deixando claro o suposto caráter "criminal" do aborto.

Enquanto isso seus companheiros no Senado votaram em 1º turno a PEC 55 pra deteriorar ainda mais os serviços de saúde, educação e moradia do conjunto da população nos próximos 20 anos, que vai atingir em especial as mulheres trabalhadoras e pobres, as que não tem condições de fazer um aborto seguro.

É uma afronta Rodrigo Maia querer fazer retroceder as conquistas dos nossos direitos, é preciso organizar uma enorme luta pelo direito ao aborto legal, seguro e gratuito, garantindo também a educação sexual e a distribuição gratuita de contraceptivos.




Tópicos relacionados

Direito ao aborto   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar