Mundo Operário

LUTA DE CLASSES

Rodoviários de Vitória fazem manifestação contra retirada de cobradores

Com a justificativa de ser uma medida de contenção frente a pandemia, governo do Espírito Santo anuncia retirada de cobradores, medida que já vinha implementando em algumas linhas desde 2019

segunda-feira 18 de maio| Edição do dia

Dezenas de trabalhadores rodoviários do sistema Transcol, que circulam na Região Metropolitana de Vitória, se manifestam nesta segunda-feira, 18, em defesa do emprego dos cobradores, ameaçados por medida anunciada pelo governo Estadual supostamente para evitar a contaminação por covid 19.

Os trabalhadores da categoria temem que essa medida supostamente momentânea se transforme em milhares de demissões justo num momento delicado com a pandemia e o desemprego massivos. Esta não é a primeira vez que o governo estadual ataca os cobradores, já que como noticiamos em 2019, quando foram disponibilizados novos ônibus com ar condicionado, também foram retirados os cobradores, uma tendência em muitos municípios. Em cidades como Campinas, SP, também ocorreu a mudança, e além de colocar centenas de trabalhadores no desemprego, sobrecarregou motoristas, e agora dificulta a vida dos usuários com um sistema pouco funcional.

Além disso, o governo do Espírito Santo se ampara na legislação federal que permite afastar os trabalhadores com redução salarial, e afirma que não haverá demissões, mas não se importa em como vão viver as famílias com salário reduzido.

Os trabalhadores estão marchando de forma pacífica, utilizando máscaras e respeitando o distanciamento social, e demonstrando que a luta de classes não para durante a pandemia e as quarentenas parciais, já que os ataques não param, as respostas dos trabalhadores não podem parar. Assim como ocorre em Teresina, onde rodoviários fazem greve pelos direitos negados, os trabalhadores dos transportes urbanos estão na linha de frente nos serviços essenciais durante a pandemia, e não podem aceitar que os governos e patrões se aproveitem do momento para atacar os trabalhadores.




Tópicos relacionados

Luta de Classes   /    Espírito Santo   /    Greve   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar