Mundo Operário

SOROCABA

Rodoviários de Sorocaba retomam greve por reajuste salarial

Juan Dias

RIO DE JANEIRO

quinta-feira 6 de julho| Edição do dia

Mais de 800 trabalhadores do transporte, motoristas e cobradores das empresas STU e Consor em Sorocaba (SP), decidiram em assembleia retomar na madrugada desta quinta-feira (6) a greve que começou no dia 22 de junho e até a data de hoje tinha sido suspensa 2 vezes.

A decisão de retomar a greve foi tomada após quinta audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região em Campinas realizada na quarta-feira (5), onde os trabalhadores não chegaram a acordo com a patronal que se mantém intransigente com as demandas da categoria.

Desta vez, a greve pode durar até o julgamento do Dissídio Coletivo pela Justiça do Trabalho que tem previsão de acontecer em 9 de Agosto. Segundo os trabalhadores em greve a paralisação não terá interrupção durante os finais de semana.

A luta dos trabalhadores rodoviários de Sorocaba é por um reajuste salarial de 4% retroativo à maio e 1,57% a partir de setembro, aumento no tíquete-refeição para R$ 21,00/dia a partir de novembro e na participação nos lucros e resultados (PLR) para R$ 1.600,00, pago no retorno das férias.

O Juiz Relator Hamilton Luiz Scarabelim concedeu tutela de urgência para reajuste salarial de 4% retroativo a maio, aumento de R$ 1,00 no tíquete-refeição, que passa para R$ 21,00 a partir de novembro deste ano, manutenção do valor da participação nos lucros e resultados (PLR) em R$ 1.500,00 pago no retorno das férias e suspensão da greve até o julgamento do Dissídio Coletivo. O parecer foi rejeitado pelos trabalhadores que decidiram retomar a greve




Tópicos relacionados

Greve   /    Campinas   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar