Mundo Operário

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Rodoviários de SP vão paralisar dia 19 contra a reforma da Previdência

Em assembléia, rodoviários aprovam uma paralisação na terça-feira, dia 19 de dezembro, contra a reforma da Previdência.

quarta-feira 13 de dezembro de 2017| Edição do dia

Os rodoviários do Estado de São Paulo, que juntos somam mais de 2 milhões de trabalhadores, aprovaram greve para o dia 19 de dezembro, próxima terça-feira, em protesto à reforma da Previdência.

Temer vem se movimentando para comprar deputados e totalizar os 308 votos necessários para aprovar uma mudança na previdência que significará para os brasileiros mais anos de trabalho e menores benefícios. Contra este ataque brutal, os trabalhadores rodoviários decidiram realizar a greve, levando como palavra de ordem "Se colocar para votar, o Brasil vai parar".

Segundo o presidente da federação dos trabalhadores em transportes rodoviários do estado de São Paulo (Fttresp), Valdir de Souza Pestana, os ônibus municipais, intermunicipais e interestaduais não sairão da garagem.

A mobilização dos trabalhadores de todas as categorias, denunciando e enfrentando as traições das grandes centrais sindicais, que fizeram um chamado para a greve geral dia 5 deste mês e que desmarcaram logo após, é o caminho para uma forte luta que impeça a reforma da previdência, mas que também deve vir acompanhada da anulação da reforma Trabalhista, que vem destruindo e precarizando as condições de trabalho dos brasileiros.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Greve   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar