Política

GREVE CONTRA AS REFORMAS

Rio teve 72 km de trânsito no dia de protesto contra as reformas de Temer

sexta-feira 30 de junho| Edição do dia

A cidade do Rio chegou a acumular 72 km de trânsito engarrafado (retenção) por volta das 8:10h, e 45 km de engarrafamento às 8:52h com os diversos cortes de rua neste dia nacional contra as reformas trabalhista e previdenciária de Michel Temer em que, apesar do boicote das centrais sindicais à greve geral, piquetes e paralisações se alastraram pelo país. A informação é do Centro de Operações Rio, que calcula como média normal para este horário um engarrafamento de 19 km. O trânsito desde bem cedo levou a ser decretado o estágio de atenção às 6:20h na cidade.

Na avenida Rio Branco houve corte de rua próximo às Barcas, assim como em Niterói. Na avenida Brasil em dois pontos (Caju e Penha), na Entrada da Ponte Rio-Niterói, na Rodoviária, na avenida do contorno em São Gonçalo, na Pista do BRT sentido Galeão, no acesso ao Aeroporto Santos Dummont. Na linha vermelha na altura do Hospital do Fundão também houve manifestação, com brutal repressão do Batalhão de choque.

Tudo isto mostra que, sem o boicote das Centrais Sindicais, as paralisações em todo o país teriam confluído para uma nova greve geral contra o projeto de nos fazer trabalhar até morrer em um emprego precário. Além, disso, somadas aos cortes de rua, o principal do dia que são paralisações de professores, servidores, petroleiros, metalúrgicos, portuários , bancários e ecetistas mostra que que não está "tudo normal" como mente a Rede globo.




Tópicos relacionados

#30J   /    Greve Geral   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar