Política

PEZÃO MANTÉM CALOTE EM SERVIDORES

Rio receberá de volta R$ 109 milhões da União, mas Pezão diz não saber se pagará salários

segunda-feira 19 de junho| Edição do dia

STF ordenou a devolução de R$ 109,5 milhões que haviam sido tomados pela União do estado do Rio de Janeiro. Mesmo assim, o governo diz que não sabe se irá pagar os salários atrasados dos servidores.

Na última sexta-feira o salário dos servidores do estado sofreu um novo calote por parte do governo. Foram pagos apenas R$ 700 reais a mais de 207 mil servidores, que sequer receberam o valor integral de seus salários de abril.

Após a decisão do STF de que a quantia arrestada pela União seja devolvida, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) foi questionado se, com essa soma em mãos, pagaria os salários atrasados. A resposta do governador foi: "Vamos ver quando o dinheiro chegar. Garanto que a prioridade é pagar os salários."

Na verdade, como já mostramos diversas vezes, a prioridade de Pezão continua sendo o dinheiro para os capitalistas. Mantendo isenções fiscais, privatizando a CEDAE (empresa de água e esgoto que opera com lucro), entre outras medidas, enquanto deixa as famílias dos servidores passando necessidades.




Tópicos relacionados

Luiz Fernando Pezão   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar