Cultura

BOLSONARO LGBTFÓBICO

Revoltado com o sucesso, fã de Bolsonaro hackeou a conta de Youtube da Pabllo Vittar

segunda-feira 28 de agosto| Edição do dia

Um grupo hacker fã do reacionário LGBTfóbico Jair Messias Bolsonaro hackeou a conta da Pabllo Vittar no Youtube, substituindo a foto dela por uma foto de Bolsonaro sem camisa, e deletando o clipe dela que continha mais de 100 milhões de visualizações.

A ação tem tudo a ver com a ideologia machista, LGBTfóbica e racista propagada por Jair Messias Bolsonaro, deputado que é réu por incitação ao estupro. Bolsonaro faz campanha dizendo-se em defesa da família (no caso, da sua família que enriquece com o voto de conservadores e ignorantes), contra o debate de gênero e sexualidade nas escolas e em qualquer lugar.

O deputado Jair Bolsonaro recentemente tentou se mostrar "tolerante" gravando um vídeo com Inês Brasil em um aeroporto, no qual ela se presta ao papel de dizer que ninguém é melhor que ninguém e por isso Bolsonaro não deveria ser julgado. Um péssimo conselho de Inês que desapontou muitos LGBT vítima do reacionarismo de Bolsonaro e seus fãs.

Não poderia se esperar menos, que um fã dele, intolerante e LGBTfóbico, ficasse incomodado pelo sucesso do clipe K.O., da Pabllo Vittar. Estes reacionários são os que no final apoiam o linchamento de pessoas LGBT, defendem a LGBTfobia em um país aonde milhares de pessoas LGBT são mortas e por isso não podem ver uma LGBT ser aceita e ainda ter tanto sucesso. E por isso, de maneira autoritária, como por exemplo é o projeto escola sem partido de Bolsonaro, invadiram seu perfil e apagaram o vídeo.

Nas redes, milhares se manifestam em repúdio com a hashtag #TodosComPablloVittar. E não adianta apagar que a gente vai continuar postando, assistindo e compartilhando.

Atualização: O clipe para a música K.O., da drag queen Pabllo Vittar, está de volta ao YouTube após ter sido deletado apoiador de Bolsonaro. O videoclipe retornou à plataforma sem alterações na sua contagem de visualizações, que marca, mais de 133 milhões de acessos.




Tópicos relacionados

Homofobia e Transfobia   /    LGBT   /    Cultura   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar