Internacional

GOLPE NA TURQUIA

Restringem acesso a redes sociais na Turquia

O acesso às redes sociais Facebook, Twitter e YouTube foi restringido na Turquia pouco depois das notícias de que o golpe militar estava em desenvolvimento.

sexta-feira 15 de julho de 2016| Edição do dia

Turkey Blocks, um grupo que supervisiona os assuntos mais comentados da internet no país, e Dyn, que acompanha o desempenho do tráfego da Internet em todo o mundo, reportaram que era difícil ou impossível acessar os servidores de mídias sociais na Turquia.

As forças armadas da Turquia disseram na última hora de sexta que tomaram o poder, mas o primeiro ministro assegurou que a tentativa de golpe seria contida.

O Governo turco sob o mandato do presidente Recep Tayyip Erdogan tem tentado em várias ocasiões bloquear as redes sociais em períodos de crise e instabilidade política. Não estava imediatamente claro se o Governo ou outro agente ordenou o bloqueia nesta sexta.

O Governo normalmente implementa suas restrições a Internet através de ordens aos principais provedores desses sérvios na Turquia.

Fonte: Reuters




Tópicos relacionados

Golpe na Turquia   /    Turquia   /    Internacional

Comentários

Comentar