Política

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Relatório do Senado afirma que não há déficit na Previdência, e que Temer e Globo mentiam

terça-feira 24 de outubro| Edição do dia

FOTO: Givaldo Barbosa

O relatório final da CPI da Previdência afirmou que não existe déficit da previdência, ao contrário do que os golpistas Michel Temer e a Rede Globo afirmavam. O relator Hélio José (Pros-DF) apresentou um relatório final que contraria o tal déficit previdenciário de R$ 226 bilhões de reais, uma mentira inventada pelo governo para atacar a aposentadoria e nos fazer trabalhar até morrer.

No relatório, o Senador afirmou que as projeções do governo não estão de acordo com a realidade. "Imprecisos, inconsistentes, alarmistas", são os adjetivos utilizados pelo relator. O adjetivo correto seria "mentirosos", e isto foi dito por milhares de entidades da sociedade civil, associações de trabalhadores, assim como por este Esquerda Diário.

Em sua sede por atacar os trabalhadores, Temer, junto à Meirelles, lançou uma propaganda mentirosa diversas vezes. A propaganda chegou a sair e voltar ao ar diversas vezes, por disputas judiciais, por causa do seu conteúdo mentiroso.

Temer ainda comprou o SBT para fazer terrorismo em rede nacional. Mas nada se compara aos "economistas" da Rede Globo e da Globonews, pagos para fazer maquiar os números dos lucros capitalistas e dizer que não há saída a não ser atacar os trabalhadores (para garantir mais lucros).

Não podemos ter confiança que este mesmo Senado, que garantiu a Reforma Trabalhista de Temer, vá representar se opor à reforma de Temer e defender os interesses dos trabalhadores. O relator Helio José quer apenas negociar uma Reforma da Previdência que ataque os trabalhadores e mas garanta seus próprios interesses intactos.

Enquanto o governo temer tenta novamente colocar a Reforma da Previdência em pauta, com tantos aliados dentro e fora do parlamento, é necessário retomar o caminho da greve geral e fazer com que sejam os capitalistas que paguem pela crise com seus exorbitantes lucros.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Governo Temer   /    Política

Comentários

Comentar