JULGAMENTO LULA

Relator do TRF-4 aumenta pena: “não importa que Triplex não era do Lula”

quarta-feira 24 de janeiro| Edição do dia

Escandaloso! O relator do processo no TRF-4, Gebran Neto, disse que não é porque o tríplex é oficialmente de propriedade da OAS que não teria sido destinado para Lula. "A mera indicação do apartamento no procedimento de recuperação judicial da OAS não muda o que aconteceu". O ônus da prova foi invertido. Com esse argumento o desembargador ainda propôs o aumento da pena de 9 para 12 anos de prisão.

Em jogo de cartas marcadas o relator Gebran Neto depois de enaltecer o juiz Sérgio Moro e falar que não haveria nada que mostrasse sua parcialidade, apesar de inúmeros relatórios do governo americano mostrarem sua relação com Moro e êxtase da mídia nacional que comemora os procedimentos que alteram o ônus da prova, conseguindo com isso um expediente para usar contra os trabalhadores bem como para dar continuidade ao golpe institucional.

Pode te interessar a opinião do Esquerda Diário sobre o direito do povo escolher em quem votar:"Contra a condenação arbitrária de Lula, pelo direito do povo decidir em quem votar




Tópicos relacionados

Julgamento de Lula   /    Operação Lava Jato   /    Lula

Comentários

Comentar