Educação

FSA

Reitoria decide abrir turma de Arquitetura com 9 alunos por interesses de mercado

terça-feira 21 de fevereiro de 2017| Edição do dia

A reitoria da FSA teve de retroceder no fechamento dos cursos da manhã, pela força da mobilização dos estudantes e professores. Mas demonstrou uma grande contradição ao abrir o curso de Arquitetura com apenas 9 alunos, desrespeitando a própria resolução que votaram que definia uma condição a abertura dos cursos com o mínimo de 15 alunos inscritos.

Na Geografia onde estudo, já são 10 matriculados, e ainda assim não há dialogo. Uma prova clara que este ataque está concentrado na FAFIL e nos cursos que não atendem os interesses do mercado. Eu junto aos companheiros da Faísca - Anticapitalista e Revolucionária - defendemos a abertura do curso de Arquitetura e de todos os demais cursos combinado a redução das mensalidades que garantiria que muito mais alunos pudessem ocupar as salas de aula. Por isso, nesta quarta-feira onde reuniremos em assembléia de curso, poderemos aprofundar estas reflexões para pensar uma perspectiva de defesa da universidade para unir o conjunto dos cursos contra a política de desmonte da universidade. Não podemos cair na chantagem da reitoria de "cada curso cuida do seu problema", pois esta ai a armadilha para derrotar o movimento estudantil.




Tópicos relacionados

Educação   /    Juventude

Comentários

Comentar