Educação

UFRJ

Reitor da UFRJ é intimado junto com aluna pelo MPF: mais um ataque a autonomia universitária

quarta-feira 18 de janeiro de 2017| Edição do dia

O Ministério Publico Federal soltou uma intimação contra Roberto Leher (Reitor da UFRJ) e Thais Rachel Zacharia (Aluna de Engenharia da UFRJ) por "prática de improbidade administrativa por promover evento com caráter político-partidário dentro da universidade", continuando o ataque que se iniciou contra a autonomia universitária em se posicionar contra o golpe institucional que estava em curso no Brasil executado pelo judiciário de Sergio Moro e a figura reacionária de Temer.

Em Novembro de 2016, a campanha "em defesa da democracia" feita pela universidade gerou para R. Leher uma intimação pelo MPF com ameaça de condução coercitiva, que foi denunciada pelo Esquerda Diário, que no calor dos acontecimentos políticos ganhou repercussão por demonstrar o caráter anti-democrático, abusivo e repressor pelo qual o MPF censura a liberdade de pensamento critico e a autonomia universitária.

Com o golpe institucional consolidado e os ataques contra a classe trabalhadora aumentando cada vez mais, o governo e o judiciário buscam ir até o final para censurar e aplicar a punição para aqueles que se posicionam contra as medidas autoritárias que se instauram no país, é preciso então denunciar e apontar contra quais inimigos estamos lidando para impor através da mobilização da juventude, da coordenação de luta dos trabalhadores uma nova constituinte que não passe para os golpistas o rumo do que devemos pensar e agir como sujeitos da história.




Tópicos relacionados

UFRJ   /    Repressão   /    Educação   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar