Juventude

BILHETE ÚNICO

Reis do ônibus bloqueiam Bilhete Único Universitário em fim de semana depois de redução da tarifa no Rio

segunda-feira 4 de setembro| Edição do dia

O bloqueio ocorreu durante o final de semana, sem nenhum aviso ou explicação. Centenas e possivelmente milhares de estudantes do Rio de Janeiro tentaram usar o Bilhete Único para se transportar na cidade do Rio de Janeiro, mas sem nenhum aviso por parte das empresas de ônibus, tiveram a entrada barrada nos transportes. A máquina avisava "dia inválido", porém, no contrato com a prefeitura as empresas de ônibus seriam obrigadas a fornecer as passagens para os finais de semana. Foi uma clara retaliação dos reis dos ônibus, que na semana passada tiveram a tarifa reduzida em R$ 0,20 centavos por decisão da justiça.

A prefeitura de Marcelo Crivella nada fala, omisso frente aos desmandos dos reis do ônibus, porque afinal estes são seus aliados na gestão da prefeitura do Rio. Por isso que das últimas vezes, foi ele quem patrocinou o corte dos BU e teve que recuar logo em seguida, e além disso, enquanto Crivella cortava o Bilhete único, dava R$ 71 milhões de isenções fiscais aos empresários do transporte.

Em diversos grupos da internet, estudantes da UFRJ e da UERJ relatavam que tentavam usar o Bilhete e não conseguiram, esta situação já ocorreu outras vezes quando os reis dos ônibus, os bilionários que vivem da abusiva tarifa dos transportes, decidiram do dia para noite não cumprir sua parte do acordo do bilhete único, afinal, estas passagens são subsidiadas pelo próprio estado e pela prefeitura.

Nenhuma nota oficial da Rio Ônibus, e por isto mesmo até o momento não sabemos determinar a quantidade de estudantes que foi afetada pela medida. Esta arbitrariedade só existe, e nem sequer é fiscalizada ou noticiada pelos grandes meios de comunicação, porque os reis do ônibus detém os políticos e as agências reguladoras dentro de seu bolso, ou até quase parte de sua família como o caso de Gilmar Mendes, padrinho de casamento da filha de Jacob Barata Jr., que teve a prisão preventiva anulada pelo Ministro do Supremo.

Esta retaliação mostra como os grandes capitalistas farão de tudo para manter seus privilégios, inclusive atacando os direitos dos estudantes mais pobres, os cotistas e estudantes de baixa renda que recebem o direito ao Bilhete único universitário, assim como já ocorre com os estudantes das escolas estaduais que estão perdendo os BU desde o início do ano. Para financiar transporte para todos, que seja de qualidade ao invés das latas-velhas que temos no Rio, é preciso taxar com imposto progressivo as grandes fortunas dos barata e outros reis dos ônibus, lutando para arrancar o transporte das mãos das quadrilhas capitalistas para que sejam estatizados sob controle dos trabalhadores e usuários.




Tópicos relacionados

Transporte   /    Rio de Janeiro   /    Juventude

Comentários

Comentar