Mundo Operário

RIO GRANDE DO NORTE

Reforma da previdência de Álvaro Dias é aprovada em Natal pra botar a crise nas costas dos servidores

A Câmara de Vereadores de Natal aprovou nessa quarta-feira, 26, o projeto de Reforma da Previdência do prefeito Álvaro Dias (PSDB), que ataca profundamente a aposentadoria dos servidores, responsabilizados a pagarem pela crise da cidade. Não à Reforma da Previdência de Álvaro Dias.

quarta-feira 26 de agosto| Edição do dia

O projeto aprovado propõe uma alíquota única de 14% na folha de pagamento dos servidores, que afetará sobretudo os servidores mais precarizados com menores salários. A justificativa foi de que essa é a alíquota recomendada pelo governo Bolsonaro e que somente esse valor poderia cobrir o déficit fiscal na previdência.

Além disso, será cobrada uma alíquota de 22% das patronais. Ao contrário do que possa parecer, isso não significa que os patrões ficarão com a maior parte da conta, pois lucram enormemente sobre as costas dos trabalhadores e ainda recebem uma série de isenções fiscais, incentivos, fazendo com que a cidade acumule dívidas e que chegada a crise, descontam nas costas dos trabalhadores. Chama os servidores de privilégios para não tocar nos enormes privilégios arrancados sobre nossas costas.

Por isso repudiamos a reforma da previdência de Álvaro Dias, nos colocando lado a lado dos servidores contra esses ataques. É mais que necessário a organização dos servidores para respondem a essa reforma, assim como a reforma da previdência que a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), quer aprovar, unificando as categorias municipais e estaduais. É também o PT, via CUT, que dirige a maioria dos sindicatos de servidores, que deveriam colocar todas as suas formas para dar essa batalha unificada.




Tópicos relacionados

Natal   /    Reforma da Previdência   /    Rio Grande do Norte   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar