Juventude

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Reforma da Previdência: o que a juventude tem com isso?

Mauro Sala

Campinas

segunda-feira 3 de abril de 2017| Edição do dia

O impacto da Reforma da Previdência que Temer, o golpista, está propondo não atingirá os jovens só daqui 40 ou 50 anos, quando forem se aposentar. Ela terá efeitos imediatos.

Ao alterar a idade mínima da aposentadoria para 65 anos e 35 anos de contribuição, os trabalhadores que já estão na ativa demorarão mais para se aposentar, o que significa que ficarão mais tempo em seus postos de trabalho. Causando mais desemprego entre os jovens.

Como a idade de transição entre a atual regra de aposentadoria é de 45 anos para as mulheres e 50 anos para os homens (que terão acrescidos 50% do tempo que falta para se aposentarem) TODOS os homens com menos de 50 anos e TODAS as mulheres com menos de 45 anos só se aposentarão com, no mínimo, 65 anos, ou seja, daqui a 15 ou 20 anos. É muito provável que daqui uns 7 ou 10 anos nós vivamos um período em que quase ninguém irá se aposentar no Brasil. Causando mais desemprego entre os jovens.

Com o aumento do contigente de trabalhadores buscando trabalho e com o aumento da competição por esses postos de trabalho, é bem razoável pensarmos que os salários irão despencar, já que o desemprego sempre é um fator de contenção dos salários, e o risco do desemprego uma forte arma de barganha contra os trabalhadores.

Nós teremos milhares e milhares de jovens entrando no mercado de trabalho nos próximos anos e milhares e milhares de trabalhadores adultos impedidos de sair do mercado de trabalho nos próximos anos. Não precisamos ser um grande matemático para percebermos que essa conta não vai fechar, né?

A Reforma da Previdência não vai atingir a juventude somente no longo prazo. Ela vai atingir a juventude imediatamente pelo crescimento do desemprego e pela redução salarial.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Campinas   /    Juventude   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar