Sociedade

OLIMPÍADAS NO BRASIL

Recursos para preparar atletas para as olimpíadas é desviado para empresas e Confederações

Flávia Telles

Coordenadora do CACH - Unicamp

quinta-feira 25 de agosto| Edição do dia

Segundo as investigações, em pelo menos 14 convênios de 2011 à 2015 firmados entre o Ministério do Esporte e a Confederação Brasileira de Tae-kwon-do, Confederação Brasileira de Tiro Esportivo e empresas privadas, como a SB Marketing e Promoções, há fraudes e superfaturamentos de contratos, que custou para os cofres públicos pelo menos 26 milhões de reais, até o presente momento da investigação, dinheiro esse que seria destinado à preparação dos atletas olímpicos.

Sérgio Borges, que é um dos donos da SB Marketing e Promoções foi preso preventivamente ontem, 24, e vai responder por fraude das licitações, uso de documento falso, peculato e formação de quadrilha. O presidente da Confederação de Tae-Kwon-do segue em liberdade mas foi afastado, há casos de superfaturamento na confederação em que uma webcam comprada por R$ 305 foi revendida por R$ 2.480, oito vezes maior que o valor de compra. O lutador de tae kwon do Diogo Silva declarou sobre o caso "A nossa torcida para o afastamento dele era grande. Ele prejudicou muitos atletas. Como gastava todos os recursos e fechava sempre a conta no vermelho, os patrocinadores deixavam de investir no tae kwon do. As prestações de conta também nunca batiam",

Os jogos Olímpicos se encerraram no último domingo, 21, e para sua realização foram gastos cerca de 40 bilhões de reais, dinheiro advindo de parcerias público-privadas, como essa entre o Ministério do esporte e as confederações e empresas, e também diretamente dos cofres públicos, revelando mais uma vez quem paga a conta no final da farra dos ricos. Durante a sua realização, houve diversos casos de denúncias de péssimas condições de trabalho e atraso no pagamento dos salários dos trabalhadores, fora a enorme precarização da saúde, educação, que vem se agravando cada vez mais no estado do Rio de Janeiro, que já declarou estado de calamidade pública devido à crise.




Tópicos relacionados

Olimpíadas   /    Sociedade   /    Corrupção

Comentários

Comentar