×

Guerra da Ucrânia | Reacionário Putin compara sanções imperialistas do Ocidente com “declaração de guerra”

Em pronunciamento feito hoje, após reunião com tripulantes de companhias aéreas russas, o presidente Vladimir Putin comparou as sanções aplicadas por países ocidentais ao país a uma “declaração de guerra”. Ele diz isso justamente diante do pedido do presidente ucraniano, Zelensky, de que seja imposta uma zona de exclusão aérea na Ucrânia, o que para Putin seria se envolver diretamente no conflito. A OTAN recusou a proposta.

sábado 5 de março | Edição do dia

Essa guerra reacionária chega ao seu 10º dia, com cerca de 1,3 milhão de refugiados, segundo a Organização das Nações Unidas. O governo ucraniano diz que o acordo temporário de cessar-fogo, na região de Mariupol e Volnovakha para evacuação de civis não foi cumprido por Moscou, ainda que isso não tenha sido confirmado por fontes independentes; a retirada de civis foi adiada.

As sanções econômicas impostas pelos países imperialistas, como EUA, membros da UE, Canadá etc., na realidade, afetam principalmente a população trabalhadora e pobre russa, enquanto a oligarquia promotora dessa guerra reacionária não é afetada. Isso revela também como Putin é hipócrita nessa declaração, visto que promove uma guerra com morte e terror para os trabalhadores em nome dos próprios interesses da oligarquia burguesa russa. Por hora, nem Rússia nem OTAN tem interesse em se envolver em um conflito bélico de maiores proporções, ainda que essa possibilidade exista; há, por outro lado, um certo alarde sensacionalista da mídia burguesa com essa declaração.

O discurso de não querer se envolver no conflito e de paz da OTAN é pura demagogia, pois ela vem se expandindo para o Leste Europeu, além de historicamente ser responsável por inúmeras intervenções militares como na Síria, Afeganistão, Líbia etc. Além disso, as consequências econômicas em fatores como elevação dos preços de commodities como trigo, petróleo, ou mesmo outras consequências que ainda podem se desenvolver podem impactar negativamente o nível geral de vida dos trabalhadores ao redor do mundo. A esquerda socialista precisa se opor a todas as sanções imperialistas ao mesmo tempo que rechaça completamente essa guerra e os interesses burgueses russos.

Leia a Declaração da Fração Trotskista pela Quarta Internacional: NÃO À GUERRA! FORA AS TROPAS RUSSAS DA UCRÂNIA! FORA A OTAN DA EUROPA ORIENTAL! NÃO AO REARMAMENTO IMPERIALISTA! PELA UNIDADE DA CLASSE TRABALHADORA INTERNACIONAL! POR UMA POLÍTICA INDEPENDENTE NA UCRÂNIA PARA ENFRENTAR A OCUPAÇÃO RUSSA E A DOMINAÇÃO IMPERIALISTA!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias