Sociedade

MANO BROWN DETIDO

Rapper Mano Brown foi agredido por cerca de dez policiais, afirma esposa

terça-feira 7 de abril de 2015| Edição do dia

Pedro Paulo Soares Pereira, conhecido como Mano Brown (Racionais MC), foi preso na última segunda-feira, 6 de abril, e levado para o 37º distrito no bairro do Campo Limpo. Após assinar termo circunstanciado, o rapper foi liberado. Do lado de fora amigos e fãs o esperavam.

Não é a primeira vez que isso acontece: em 2004 foi preso acusado de desacato à autoridade, e em 2009 foi detido depois de uma confusão em um jogo de futebol no Pacaembu.

Conhecido por suas letras que contam a realidade da periferia, mais uma vez teve que vivenciar a realidade de muitos dos que vieram do mesmo lugar que ele. Vindo do Capão Redondo, na zona Sul de São Paulo, o rapper sabe muito bem como é dura a repressão policial que a população negra periférica sofre todos os dias.

A polícia alega que Mano teria furado uma blitz na avenida Carlos Caldeira Filho e que, ao pará-lo, a PM constatou que seus documentos estavam vencidos. Nisso se iniciou a confusão que o levou à delegacia por desobediência, desacato e resistência à prisão.

Sua companheira, em entrevista ao jornal O Globo, disse que Mano foi agredido por cerca de dez policiais depois que se iniciou a discussão. Segundo ela “o Mano é perseguido pela polícia. Ele foi parado, começou a discussão e primeiro foi agredido por dois policiais. Eles não aguentaram e começou a chegar mais. Foram dez PMs agredindo, inclusive uma policial feminina”.


Foto: Flickr




Tópicos relacionados

Sociedade   /    Violência policial

Comentários

Comentar