OCUPA TUDO

Rádio UFMG também é ocupada

A Rádio da UFMG foi ocupada nesse domingo por estudantes das mais de 15 ocupações de prédios da UFMG.

segunda-feira 7 de novembro| Edição do dia

Os professores e técnico-administrativos já haviam declarado apoio às ocupações de prédios. Agora essa nova ocupação da Rádio conta também com o apoio dos funcionários da rádio, assim como dos técnicos, que declararam que irão ajudar com as questões técnicas necessárias para manter o funcionamento da rádio.

A partir dessa semana, haverá em meio a programação normal um horário reservado para um programada ligado às ocupações e às lutas estudantis deve ser colocada no ar, colocando esse importante meio de comunicação à serviço do movimento contra a PEC 55 e a MP 746.

Veja abaixo a nota divulgada após a ocupação:

"A RÁDIO UFMG ESTÁ OCUPADA: em assembleia histórica foram definidos os acordos entre a direção do Centro de Comunicação da Universidade (Cedecom) e as/os estudantes para ocupar a sua programação!

O movimento Ocupa Tudo UFMG está hoje em 18 prédios da universidade (16 no Campus Pampulha além da Escola de Arquitetura e Design e do ICA em Montes Claros). Fazemos parte desta mobilização que estão acontecendo de Norte a Sul do nosso país, que têm nas ocupações dos secundaristas um exemplo de vanguarda e luta. Somos mais de 1200 escolas e 167 universidade OCUPADAS NO BRASIL! Lutamos contra a PEC241 - agora nomeada PEC55 na tramitação do Senado - contra a MP746 e todos os retrocessos impostos ao povo pelo governo golpista de Michel Temer.

Entendemos que uma parte importante do golpe contra as/os trabalhadores e estudantes vêm sendo construído pela mídia, que, no Brasil, é controlada por poucas famílias milionárias com grande influência política, que visam apenas o lucro e manter seus privilégios. A velha mídia, que escolhe claramente o lado que quer mostrar, não cumpre o papel de informar a população, por isso lutamos também pela sua DEMOCRATIZAÇÃO e a ocupação da programação da Rádio UFMG tem uma grande importância neste momento histórico.

A UFMG Educativa, emissora pública lançada em 2006 numa parceria entre a UFMG e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), então Radiobras, num acordo histórico soma forças com o movimento do Ocupa Tudo UFMG e ocupações secundaristas estabelecendo:

04 horas do espaço da programação diária da rádio (precedidos de uma vinheta)
Horários “extras” (além das 04hs) para plantões e notícias urgentes;

Cessão de uma sala, com acesso a linha telefônica, dois computadores com acesso à internet e software editor de áudio;

Empréstimo de dois gravadores e cabos para gravações;

Qualidade técnica das gravações com apoio das/os trabalhadoras/es do Cedecom
Negociações periódicas sobre o tempo de programação.

Dar visibilidade e voz às ocupações nos veículos de mídia é parte da transformação social e real que queremos para nosso país: convidamos a todas e todos pra construírem junto conosco o dia-a-dia desta nova porta que se abre para fora dos muros da nossa universidade!

SINTONIZEM A PARTIR DE AMANHÃ [07/11] NA 104,5 FM E FIQUEM DE OLHO NO QUE TÁ ROLANDO NAS OCUPAÇÕES!

#OcupaTudoUFMG
#OcupaTudoSecundas
#RumoàGreveGeral"




Tópicos relacionados

UFMG   /    Belo Horizonte

Comentários

Comentar