Política

ELEIÇÕES 2018

Quase metade dos votantes de Alckmin preferem Haddad no segundo turno

domingo 7 de outubro| Edição do dia

Passamos pelas eleições mais incertas em anos, mas há um fator que já é certo: a crise do PSDB. O partido que durante os anos da nova república disputou o poder com o PT, deverá ver quase metade dos eleitores do tucano Geraldo Alckmin votar no petista Fernando Haddad num eventual segundo turno contra Jair Bolsonaro, segundo pesquisa divulgada pelo Datafolha no sábado, 6. Conforme noticia do BR18.

Geraldo Alckmin não emplacou nessas eleições polarizadas, perdendo o perfil ant PT para Bolsonaro, ao mesmo tempo sua tática de conseguir apoio do centrão e tempo de TV se mostrou totalmente derrotada em meio a crise do regime de 88. Agora o partido passa por uma profunda crise de uma base eleitoral a direita que foi para a base de Bolsonaro.

E agora, outro setor declarando que votaria em Haddad – que era chamado do “mais tucano dos petistas" - para 45% dos entrevistados que disseram votar em Alckmin no primeiro turno Haddad seria o escolhido. 32% votariam em Bolsonaro. Outros 22% afirmariam que anulariam ou votariam em branco e 2% declararam não saber.

Haddad após consolidar sua candidatura realizou uma série de acenos ao centro e ao mercado, justamente para ganhar essa base eleitoral de direita, mas que não apóia o perfil contrário as demandas democráticas, as mulheres, negros e LGBTs.




Tópicos relacionados

PSDB   /    Política

Comentários

Comentar