Educação

PROFESSORES MUNICIPAIS SP

Quase 100% das escolas em greve contra reforma da previdência de Doria. É possível vencer!

A Folha de S.Paulo já teve que reconhecer. A força da greve dos professores e trabalhadores da educação do município já está rompendo o cerco da mídia. É hora de Doria recuar!

terça-feira 13 de março| Edição do dia

Foto: Nelson Antoine/Folhapress

A Folha de S.Paulo já teve que reconhecer. A força da greve dos professores e trabalhadores da educação do município já está rompendo o cerco da mídia e mostram que não tem arrego. É hora de Doria recuar!

Os dados são da secretaria da Educação e mostram que a adesão à greve está crescendo: já são mais de 93% das escolas em greve. Com a força dessa greve, esse número pode crescer ainda mais e fazer com que a totalidade das escolas se incorporem ao ódio às políticas de Doria e do PSDB.

Os professores e trabalhadores da educação estão em greve desde o dia 8 de março lutando contra o Sampaprev, que na prática nada mais é do que a reforma da previdência para os servidores municipais de SP, com descontos que podem chegar até 19% dos salários dos servidores.

Se há um rombo nas contas públicas - rombo este criado pelos próprios capitalistas - que seja coberto com o dinheiro do privilégio dos políticos e empresários, e não com o salário e os direitos dos professores das escolas públicas!

Com a força da greve crescendo, os professores e trabalhadores da educação mostram que é possível vencer. É possível derrotar a reforma da previdência de Dória e mostrar aos golpistas em todo o país que nós não vamos permitir que descarreguem a crise em nossas costas. Vamos impor que Doria recue!

Mais do que nunca os professores precisam do apoio de todas as organizações políticas e sociais de esquerda, como o PSOL e a CSP-Conlutas. A CUT e a CTB devem impulsionar imediatamente em todos os sindicatos e categorias que dirigem uma campanha ativa de solidariedade aos professores e trabalhadores da educação, mostrando que é possível derrotar a reforma da previdência municipal, o Doria e o PSDB!

Leia também:
- Quase 100% das escolas em greve contra reforma da previdência de Doria. É possível vencer!
- Greve dos professores municipais de SP: quais os próximos passos?
- "Qual o papel dos sindicatos?" participe do debate de greve entre professores municipais de SP.
- Estudantes da letras apoiam a greve dos professores municipais de SP.

Mande suas opiniões e depoimentos sobre a greve de professores municipais SP para o Esquerda Diário, pelo inbox na nossa página no Facebook ou na página do movimento Nossa Classe Educação.




Tópicos relacionados

Greve Professores Municipais SP   /    Sampaprev   /    Professores São Paulo   /    João Doria   /    Greve   /    Greve professores SP   /    Educação   /    Professores   /    São Paulo (capital)   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar