REFORMA E REVOLUÇÃO AGRÁRIA/MST /AGROECOLOGIA/AGRONEGÓCIO/

Qual a atualidade da questão agrária no Brasil? [vídeo]

Gilson Dantas

Brasília

quinta-feira 16 de julho| Edição do dia

Em evento no final do ano passado [6/11/2019] professores do segundo grau de uma escola da periferia de Brasília/DF reuniram-se para um debate político e roda de conversa sobre o tema da atualidade da reforma agrária no Brasil e o histórico dessas lutas.

Um informe que está reproduzido abaixo em áudio de 45 minutos, abriu aquele debate e abordou questões como as seguintes: o que nos ensina o histórico das lutas camponesas no nosso país, do ponto de vista estratégico e programático? Por que a burguesia europeia ainda deu conta de realizar a reforma agrária, no entanto, na A. Latina isso não se deu?

No Brasil temos aproximadamente 15 milhões de trabalhadores sem terra: isso significa que a luta pela reforma agrária continua atual? Qual o papel do MST na luta pela reforma agrária? Por que a reforma agrária depende de uma aliança com os trabalhadores da cidade e, ao mesmo tempo, não tem como ser feita em aliança com banqueiros/agronegócio? Qual o balanço da experiência lulo-dilmista nesse sentido?

A modernização de latifúndios e a menor população rural no Brasil, que mudanças colocam para a questão agrária? Qual o significado da comuna agrária de Canudos? De Getúlio a Jango, qual o papel histórico da burguesia na questão da terra no Brasil?

Uma sociedade baseada na produção de mercadorias e acumulação do capital, que tipo de perversão impõe nas relações sociais e também agrárias e da sociedade com a natureza?

Caso lhe interesse, o áudio da palestra de abertura está abaixo:




Tópicos relacionados

agroecologia   /    MST   /    Reforma Agrária

Comentários

Comentar