Internacional

EUA E RÚSSIA

Putin diz que não expulsará nenhum diplomata dos EUA

Depois de declarações do ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, nesta manhã que indicava a expulsão de 35 diplomatas americanos em resposta a uma nova rodada de sanções dos EUA, o presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta sexta-feira que a Rússia não expulsará nenhum diplomata dos EUA.

sexta-feira 30 de dezembro de 2016| Edição do dia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta sexta-feira que a Rússia não expulsará nenhum diplomata dos EUA em resposta à decisão do governo de Barack Obama de expulsar 35 agentes de inteligência russos dos Estados Unidos. Ao invés disso, Putin disse que irá convidar os filhos de diplomatas norte-americanos na Rússia para o Kremlin para uma celebração de Ano Novo.

Em uma declaração divulgada nesta sexta-feira pelo Kremlin, Putin disse que as medidas dos Estados Unidos, tomadas em resposta a supostos ataques cibernéticos russos, foram "destinadas a minar ainda mais as relações russo-americanas".

Putin disse que a Rússia se reservou o direito de responder, mas não expulsaria nenhum diplomata dos EUA. Além disso, ele disse que a Rússia não impedirá que diplomatas e crianças usem centros recreativos durante os feriados de Ano Novo e convidou crianças de diplomatas para uma festa no Kremlin.

Putin afirmou ainda que irá trabalhar para restaurar a relação da Rússia com os EUA dependendo das políticas do presidente eleito, Donald Trump.

Mais cedo, o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, sugeriu nesta sexta-feira a expulsão de 35 diplomatas americanos em resposta a uma nova rodada de sanções dos EUA.

Fonte: Dow Jones Newswires.




Tópicos relacionados

Rússia   /    Estados Unidos   /    Internacional

Comentários

Comentar