Sociedade

CONTRA A PRECARIZAÇÃO DOS TRANSPORTES

Protesto contra aumento de tarifas em SP aconteceu hoje, amanhã haverá mais um

Em novo ato contra o aumento das passagens uma barricada foi montada na Rua 23 de Maio.

segunda-feira 22 de janeiro| Edição do dia

Novo protesto foi realizado hoje na Avenida 23 de Maio em São Paulo, por volta das 6h da manhã contra o aumento das tarifas do transporte público que foi a 4 reais. Foi montada uma barricada na pista da área próxima ao Centro Cultural São Paulo. A via é uma das principais ligações entre o centro e a zona sul da capital paulista.

Por volta das 6h30, havia grande congestionamento na região. Para não ficar no congestionamento, diversos motoristas optaram por passar pelo canteiro central que divide as duas pistas. Um ônibus chegou a atolar no local tentando fazer essa manobra. O fluxo de veículos foi liberado em torno das 7h, mas o acúmulo de veículos ainda persistia na região. A gestão Doria promoveu o aumento da passagem de ônibus de R$3,80 para R$4, beneficiando somente os empresários dos ônibus que lucram com um direito da população.

Além disso, Doria promoveu duas grandes mudanças no sistema de passe livre estudantil: primeiro, houve uma modificação na duração das cotas para ônibus, que antes eram de 24 horas para apenas 2 horas. Ou seja, se o estudante gastava uma cota em um dia para ir à escola, ou ter acesso à meios de cultura e lazer, dependendo do tempo que for necessário gastará mais de uma cota em um dia.

A segunda mudança, que ocorreu este ano conforme noticiou o Esquerda Diário, foi na renovação ou pedido do passe livre: Doria modificou o sistema tornando-o muito mais burocrático, dificultando ainda mais a mobilidade urbana da juventude paulistana. Doria também tem a intenção de erradicar a função do trocador, precarizando ainda mais a função do motorista que acumula dupla-função.

A poucos metros da barricada, os manifestantes escreveram "R$ 4 não", em referência ao aumento da passagem do transporte público, que passaram a valer no dia 7 de janeiro.

O Movimento Passe Livre postou em seu Facebook a repercussão do ato de hoje e convida para novo amanhã no cruzamento da Avenida Ipiranga com a Avenida São João - Metrô República:

23 DE MAIO AMANHECEU TRAVADA CONTRA O AUMENTO DA TARIFA!

"A população já vem dizendo desde o começo do mês: NÃO VAI TER AUMENTO! 4 REAIS NÃO É SUPORTÁVEL!
Como já estamos sentindo em nosso bolso, a tarifa de R$4,00 tá pesando, e muito!
Todos os dias, somos obrigados a deixar o dinheiro da comida, do remédio ou do aluguel pra uma catraca que cobra cada vez mais caro.
E tudo isso, pra pagar por um direito!

A luta contra o aumento acontece todos os dias! Junte-se em um grupo e organize um catracaço, trave uma via... Vamos dizer pro governador e pro prefeito que 4 REAIS NUNCA!

VAMOS REVOGAR ESSE AUMENTO! Assim como já fizemos antes vamos às ruas cobrar o nosso direito a um transporte verdadeiramente público!
NÃO VAMOS PAGAR 4,00 PARA ANDAR NA CIDADE!
Venha dizer NÃO ao aumento! Cola no Ato!

3º GRANDE ATO CONTRA O AUMENTO
Dia 23/01 AMANHÃ!
https://www.facebook.com/events/153263908664012
Cruzamento da Avenida Ipiranga com a Avenida São João - Metrô República"

Informações Agencia Estado
Imagens: MPL Facebook




Tópicos relacionados

João Doria   /    #contraoaumento   /    Sociedade   /    Aumento da Passagem

Comentários

Comentar