Política

MICHEL TEMER

Protegido pelo foro privilegiado, Temer enfrentará ao menos 4 processos ao fim do mandato

Assim que o mandato do presidente golpista e ilegítimo Michel Temer (MDB) terminar, ele poderá responder por no mínimo quatro processos em diversos tribunais pelo país e pelo menos dois no Supremo.

segunda-feira 14 de maio| Edição do dia

O golpista Michel Temer tem dois inquéritos em tramitação no Supremo Tribunal Federal e duas denúncias que foram barradas na Câmara dos Deputados, mas que a pedido do Ministério Público podem ser reabertas. Temer foi denunciado na delação premiada da JBS, além da acusação de corrupção passiva, obstrução de justiça e participação em organização criminosa.

Além dessas denúncias, ainda existem mais dois inquéritos em fase de coleta de provas em tramitação no STF, um deles apurando se Temer e aliados negociaram com executivos da Odebrecht, envolvendo R$10 milhões de doações ilícitas para campanha de políticos do MDB em 2014 e a outra que investiga irregularidades no decreto assinado por Temer em 2017 que beneficiou empresas do setor portuário.

É absurdo que políticos corruptos como Michel Temer possam governar o país, mesmo envolvido com diversos crimes, isso se dá por conta dos absurdos privilégios que os políticos tem, como o foro privilegiado, que permite que políticos corruptos mantenham seus cargos, recebam milhões e ainda não sejam julgados por seus crimes durante o mandato.

É preciso uma estratégia pra enfrentar os privilégios da casta política, por tudo isso, o Esquerda Diário defende que todo político ganhe igual a uma professora, e que todo juiz e alto funcionário de Estado seja eleito e revogável.




Tópicos relacionados

Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar