Educação

PROFESSORES RIO GRANDE DO SUL

Professores e comunidade escolar de Caxias do Sul, todos ao ato desta terça em Porto Alegre

Termina às 14h o prazo para enviar ao CPERS os nomes de ativistas, professores, trabalhadores das escolas, estudantes e toda a comunidade escolar para participar do ato dos servidores nesta terça-feira (10) em Porto Alegre. Os ônibus disponibilizados pelo sindicato saem também de outras cidades do estado.

segunda-feira 9 de outubro| Edição do dia

Nesta terça-feira ocorre um ato convocado pelas centrais sindicais em Porto Alegre em apoio às greves em curso no estado e na cidade, com destaque à forte greve dos trabalhadores em educação e dos municipários. Este ato, mais do que manifestar apoio, precisa se transformar em um gigantesco ato político contra Sartori e Marchezan, além de uma grande demonstração de forças das categorias em luta.

Para isso é necessário que professores, trabalhadores das escolas, estudantes e o conjunto da comunidade escolar lotem os ônibus disponibilizados pelo CPERS em Caxias do Sul, assim como em cada uma das cidades do estado. É hora de mobilizar para derrotar Sartori e Marchezan, e fazer Porto Alegre tremer nesta terça-feira.

A greve segue com forte adesão mas é necessário mobilizar. É necessário exigir das direções dos sindicatos e das centrais sindicais que utilizem sua influência nas outras categorias para impulsionar e organizar mais mobilização no estado. Um grande ato político nesta terça pode importante neste sentido.

Com uma manifestação massiva que conte com a presença de trabalhadores, estudantes e movimentos sociais é possível fazer grande pressão aos governantes, e gerar mais apoio e mobilização não só nas categorias que já estão em greve. Para derrotar Sartori e Marchezan e impor um plano de emergência para regularização dos pagamentos dos salários dos servidores as centrais sindicais devem tomar esse tipo de manifestação com parte de preparar uma greve geral estadual, retomando o caminho aberto pelos trabalhadores de todo o país no dia 28 de abril. É preciso pressionar as direções sindicais por isso, pois são foram essas mesmas direções que trairam a luta da classe trabalhadora no último dia 30 de junho, quando deveria ter ocorrido a segunda greve geral do ano no Brasil.

Caxias do Sul deve ser parte disso, lotando os ônibus e tomando as ruas de Porto Alegre nesta terça-feira junto a outras categorias em luta.




Tópicos relacionados

Greve Professores RS   /    Greve   /    Porto Alegre   /    Caxias do Sul   /    Educação   /    Professores

Comentários

Comentar