Educação

REPÚDIO À REPRESSÃO

Professores de SP repudiam a repressão de Pimentel aos professores de MG

Reproduzimos abaixo a nota de repúdio à repressão contra os professores estaduais de MG, assinada pelos professores do Movimento Nossa Classe Educação de São Paulo.

quarta-feira 28 de março| Edição do dia

Nós professores do Movimento Nossa Classe - Educação manifestamos nosso total repúdio à repressão imposta pela polícia militar de Fernando Pimentel (PT) contra os professores estaduais que encaram uma dura greve desde o dia 8 de março contra o injustificável atraso e parcelamento de seus salários que fazem com que os trabalhadores da educação paguem pela crise fiscal do estado em nome de resgatar os lucros dos grandes empresários.

No mesmo momento em que o PT sofre ataques dos setores mais raivosos da direita, aos quais repudiamos, o governo de Pimentel mostra todo o caráter anti-trabalhador que esse mesmo petismo assume ao utilizar os mesmos métodos de todos os outros partidos da ordem burguesa no nosso país contra os trabalhadores.

Reforçamos nosso apoio aos professores que travam essa importante batalha e os chamamos a se apoiar na importante vitória da greve dos professores e trabalhadores municipais da cidade de São Paulo, que colocou de joelhos um dos principais políticos da direita, João Doria (PSDB), e seu projeto de reforma da previdência nos município que sequestrava quase metade dos salários dos professores.

Nesse exato momento, várias greves de professores estão sendo travadas de norte a sul do país. Além de uma importante demonstração de como os professores são historicamente uma categoria de luta, essas greves têm em comum os ataques dos governos contra os setores mais importantes de serviços pra população, como saúde, transporte e, é claro, a educação!

Querem descarregar a conta da crise que eles criaram nas nossas costas mas os professores mineiros também podem repetir o feito dos professores de São Paulo, desmascarando Fernando Pimentel e colocando outra importante pedra em cima dos planos daqueles que querem tirar tudo de nós trabalhadores!




Tópicos relacionados

Greve Educação MG   /    Fernando Pimentel   /    Minas Gerais   /    Greve   /    Educação   /    São Paulo (capital)   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar