Educação

Professores da E.E. Pe. Anchieta revertem fechamento de salas de aula

quinta-feira 20 de setembro| Edição do dia

No último dia 6 de setembro os professores da rede estadual de São Paulo que dão aula em um projeto da Secretaria de Educação que atende crianças e jovens cumprindo medidas socioeducativas na Fundação Casa, foram surpreendidos pela notícia do fechamento arbitrário de 12 salas de aula na Escola Estadual Padre Anchieta, no complexo do Brás. Essas sala são vinculadas ao projeto que atende os internos da Fundação Casa.

Sem qualquer aviso prévio os professores foram informados que a partir do dia 7 de setembro já não seriam mais professores desses jovens que foram transferidos para outras salas de aula do projeto. Salas essas, que ficaram superlotadas com a chegada dos novos alunos.

A condição especial dessas crianças e jovens, que cumprem medidas socioeducativas, não foi levada em conta pela Secretaria de Educação e a Diretoria de Ensino - Centro, já que esses alunos precisam de atendimento específico, o que não seria possível em sala superlotadas.

A medida autoritária da Diretoria de Ensino Centro, sustentada pela Supervisão do projeto e pelo diretor da E.E. Pe. Anchieta, que fechou essas salas sem nenhum argumento plausível, mostra que a vida desses jovens e desses professores pouco importam no contexto do plano de precarização da educação do governo. Por serem salas de aula de um projeto muitíssimo importante para vida desses jovens, que cumprem medidas socioeducativas, a notícia em si é aterrorizante, mas sabemos que é parte de anos e anos de fechamentos de salas de aula no estado de São Paulo pelo governo Alckmin (PSDB), e agora pelo governo do Márcio França (PSB).

Já os professores do projeto que perderam suas aulas ficaram sem resposta de como fariam para trabalhar e pagar suas contas já no final do ano letivo, onde quase não ocorrem mais atribuições de aulas para os professores.

Indignados com a situação esses professores da escola Padre Anchieta, que atende os alunos da Fundação Casa, marcaram um ato na frente da Secretaria de Educação, que aconteceu no último dia 13 de setembro.

Como o barulho justo do ato foram atendidos por uma comissão da Secretaria de Educação, que marcou uma reunião para hoje, dia 20 de setembro, onde o fechamento das salas de aula que atendem os jovens da Fundação Casa foi totalmente revertido.

As salas serão reabertas e os alunos retornarão ao seus professores, que também voltam a receber normalmente.

Uma grande vitória da mobilização desses professores, que mostra que a única maneira de conquistar os nossos direitos e barrar os ataques constantes à educação é na rua e em luta.

Parabéns aos professores da escola Padre Anchieta!




Tópicos relacionados

Educação   /    Fechamento de salas de aula   /    Professores

Comentários

Comentar