Educação

TRABALHO

Professor no Brasil tem salário menor que a média dos países da OCDE

Relatório divulgado nesta quinta-feira (15) pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), “Education at a Glance”, revela perfil do professor brasileiro e confirma sua má remuneração, em comparação a outros países.

quinta-feira 15 de setembro| Edição do dia

O salário mínimo anual legal no Brasil é US$12.237, valor menor do que a metade da média salarial da OCDE e mais baixo do que o de países latino-americanos como Chile, México e Colômbia.

Também na Educação Básica, a carga de trabalho do professor brasileiro é a mais elevada, em número de semanas de trabalho. Passam em média 42 semanas por ano dando aulas, enquanto a média da OCDE varia de 40 semanas (em creches e ensino infantil) até 37 semanas (no fim do Ensino Médio).

Fora isso, na maioria dos países, segundo o relatório, a remuneração aumenta de acordo com o nível de ensino tratado. Em países como Bélgica, Dinamarca, Finlândia e México, comparando um professor de creche e pré-escola a um professor do Ensino Médio, ambos com 15 anos de experiência, o salário deste chega a ser 25% superior. Já os professores das universidades publicam ganham em média US$ 40 mil por ano.




Tópicos relacionados

Educação   /    Professores

Comentários

Comentar