Sociedade

TRAGÉDIA

Professor da Unicamp morre ao salvar filho

quarta-feira 3 de janeiro| Edição do dia

O Professor do Instituto de Artes da Unicamp, Mario Alberto de Santana, morreu após salvar o filho de 9 anos de um afogamento em Barra Grande, local a 200 Km de Salvador, na Bahia. Seu filho passou por acompanhamento e conseguiu se salvar.

Docente a 14 anos na universidade. Santana fazia parte do departamento de artes cênicas no instituto e ficou conhecido por defender a inclusão de cotas étnico-raciais no vestibular da Unicamp.

O Esquerda Diário manifesta seu pesar e solidariedade aos familiares e amigos da vítima.

Foto: Cia Fábrica São Paulo




Tópicos relacionados

Cotas étnico-raciais   /    Unicamp   /    Sociedade   /    Campinas

Comentários

Comentar