Política

PRIVATIZAÇÃO DA CEDAE

Privatização da CEDAE será votada hoje

Agora pela manhã será votada a privatização da CEDAE na Alerj, como parte do pacote de maldades de Pezão. Os servidores estão organizando um ato que nós do Esquerda Diário estaremos acompanhando. Veja a cobertura completa na edição de hoje.

segunda-feira 20 de fevereiro de 2017| Edição do dia

A privatização da CEDAE, companhia de água do Rio de Janeiro, é parte do pacote de maldades do governador do estado Luis Fernando Pezão, e está prevista para ocorrer na manhã desta segunda (20). Esta servirá de garantia para que o estado possa receber o empréstimo de 3,5 bilhões do governo federal.

O projeto de lei que permite a venda de ações da Cedae possui 211 emendas ao texto original, e sua sanção poderá ser aprovada por maioria simples, ou seja, metade dos votos mais um. A votação seguirá no decorrer da semana.

Sob a justificativa de acertar as folhas de pagamento dos servidores em atraso, o governo quer levar a cabo a entrega da estatal nas mãos do capital privado, ao passo que os escândalos de corrupção envolvendo os principais políticos do RJ, seguem escandalizando a população. Com isso, querem que os trabalhadores paguem ainda mais pelos efeitos da crise econômica.

Os servidores estão organizando um ato que terá início ainda pela manhã de hoje, que se enfrentará não apenas com a truculenta e assina polícia militar do estado, como também da força nacional. O estado recebeu 9 mil efetivos da força nacional, que ficarão até o dia próximo dia 2, segundo publicação do Diário Oficial da União. O último ato foi duramente reprimido e deixou inúmeros feridos.

Neste momento a Alerj está cercada por policiais militares e da força nacional para impedir a manifestação dos servidores, e garantir que a privatização possa seguir.

Acompanhe a cobertura completa do ato pelo Esquerda Diário.




Tópicos relacionados

CEDAE   /    Privatização   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar