Gênero e sexualidade

SARAU LGBT NA USP

Primeiro Sarau de Literatura LGBT ocorrerá na Letras-USP

Amanhã, dia 30/03, por iniciativa de alunos da Letras-USP será realizado o Primeiro Sarau de Literatura LGBT na faculdade. A partir da constatação da marginalização da Literatura LGBT dentro da grade curricular do curso, formou-se o grupo de estudos de Literatura LGBT, que teve como iniciativa a organização do sarau.

quarta-feira 29 de março de 2017| Edição do dia

A opressão se manifesta de variadas formas, desde as mais explícitas e violentas até as mais sutis, mas nem por isso menos violentas. Parte dos mecanismos que compõem a opressão é o da invisibilização, que é a barreira que se impõem para as parcelas oprimidas da população se expressarem, compartilharem suas vivências, criarem referências, e fortalecerem suas identidades. A partir da constatação desse mesmo mecanismo dentro do curso de Letras, criou-se o Grupo de Estudos de Literatura LGBT, que teve como iniciativa a organização do sarau.

“Há quase um ano, a partir de uma roda de conversa feita durante a ocupação do prédio da faculdade de Letras, formamos um grupo de estudos de Literatura LGBT. Sentimos que autores e obras LGBT sempre foram negligenciados em nosso curso e decidimos estudá-los por conta própria. Desde então, temos feito reuniões para discutir autores, poemas, contos, romances e filmes para pensar em como as questões LGBT aparecem neles e os fazem tão importantes enquanto resistência política e retrato de uma realidade marginalizada.

Este sarau, que acontecerá em dois períodos, é uma forma de apresentar nosso grupo a todas as pessoas que quiserem participar das discussões.

Teremos microfone aberto para que os participantes possam ler trechos de obras LGBT e compartilhar o que pensam delas.

Um objetivo futuro é levar estas discussões além da universidade, participando de diversos saraus e convidando pessoas para a faculdade. Queremos o trânsito destes saberes e a construção de um conhecimento não só acadêmico. Portanto, venderemos cervejas para arrecadar dinheiro.

No evento, temos a presença confirmada da Editora Malagueta e dos autores Hugo Guimarães e Fabricio Viana, divulgando suas obras. Além disso, o Centro de Cidadania LGBT Arouche levará sua unidade móvel para a realização de testes de HIV e distribuição de preservativos gratuitos e esclarecimento de dúvidas.”

Horário: das 11:40 às 14:00 e das 17:30 às 19:20.
Local: Quadrado da Letras
Link do evento: https://www.facebook.com/events/2246761648882337/




Tópicos relacionados

Literatura   /    LGBT   /    São Paulo (capital)   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar