Cultura

RACISMO

Preta Gil sofre racismo na internet

Na tarde dessa segunda (25) a cantora Preta Gil teve sua página atacada por um grupo organizado que se intitula como #MM.

quarta-feira 27 de julho de 2016| Edição do dia

Print postado por Preta Gil em seu Instagram

Um grupo de reacionários racistas atacaram na última segunda-feira a página da cantora Preta Gil com ataques a sua cor, corpo e seu trabalho. Mas o racismo gritante e o ódio aos negrxs se expressavam de maneira muito gritante e aberta com perfis fakes, pois os autores desses crimes de ódio não têm a coragem de mostrar sua cara.

Preta Gil foi à Delegacia de Repressão a Crimes de Internet (DRCI) prestar queixa e, segunda a polícia, irão pedir a quebra de sigilo de cerca de 100 perfis do facebook para que possam identificar os criminosos.

Com falas do tipo “Macaca”, “volta pra senzala” e coisas desse tipo que escancaram o absurdo racismo existente em nossa sociedade, mesmo com o mito da democracia racial que quer amenizar a situação de opressão racista aos negros e mesmo uma cantora reconhecida ser tão atacada assim, expressa que no cotidiano de milhares de mulheres negras e pobres nesse país a situação é ainda pior.

Temos que combater o racismo em todos os níveis em nossa sociedade, por isso expressamos nossa solidariedade a Preta Gil e nos juntamos aos milhares de gritos em todo o país: BASTA DE RACISMO!!




Tópicos relacionados

Racismo   /    Cultura   /    [email protected]   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar