Política

POLÍTICA

Presidente da Caixa: "O pessoal da Band queria dinheiro!"

sexta-feira 22 de maio| Edição do dia

Na gravação da reunião dos Ministros liberada parcialmente por Celso de Mello, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, deixou claro as relações de Bolsonaro com setores da imprensa que o apoiam. O presidente da Caixa fez referência a um pedido da emissora Banderantes por verbas públicas. A emissora é parceira do pastor neopentecostal R.R. Soares e faz cobertura favorável ao presidente Jair Bolsonaro na maioria dos episódios de crise protagonizados pelo governo, e esta atuação da emissora inclui inclusive entrevistas exclusivas dadas por Jair Bolsonaro ao vivo no programa Brasil Urgente, do José Luiz Datena.

Leia abaixo o diálogo:

Pedro Guimarães: Quer dizer, todos os ladrões lá, PT, PMDB, PSDB, aquela
ladroagem toda, vinte e cinco por cento ao mês. E ninguém se indigna. Esse governo
que se indignou, o governo dos liberais. Então, assim, acho que a gente tá com um
problema de narrativa.

Hoje de manhã por exemplo, o pessoal da Band queria dinheiro. O ponto é o seguinte, vai ou não vai dar dinheiro pra Bandeirantes? A, não vai dar dinheiro pra Bandeirantes? Passei meia hora levando porrada, mas repliquei. E falei: "Olha vocês tão em casa? Eu tenho trinta mil funcionário na rua. Não tem esse negócio, essa frescurada de home office.

Eu já visitei quinze agências, e você em casa?". Aí o pessoal ficou um pouco mais calmo. Quer dizer, eu posso ter trinta mil brasileiros nas agências lá ... sabe quantas pessoas a caixa está pagando hoje? Sete milhões de pessoas, e todo mundo em home office. Que porcaria é essa?

Enquanto o presidente da Caixa reclama "levar porrada", milhões de brasileiros sofrem na fila de um auxílio emergencial que não condições para viver, no máximo sobreviver. Por ele, os povo deveria seguir sofrendo, pouco importa se for verdade o caso que Bolsonaro use verbas públicas para comprar entrevistas exclusivas favoráveis à si mesmo na TV aberta.

Datena já se pronunciou dizendo em seu programa que não irá mais entrevistar Bolsonaro. Está tirando o corpo fora desta acusação pois muitos acreditam neste entrevistador que, segundo o que disse Pedro Guimarães, estaria à venda pelo "pessoal da Band" que quer dinheiro. O pessoal, aliás, R.R. Soares que, através de sua igreja, deve R$ 144 milhões para a União.




Tópicos relacionados

CAIXA   /    Jair Bolsonaro   /    Política

Comentários

Comentar