Sociedade

BR DISTRIBUIDORA

Presidente da BR Distribuidora quer demitir 30% dos trabalhadores após sua privatização

sexta-feira 22 de novembro| Edição do dia

O presidente da BR Distribuidora, Rafael Grisolia, afirmou em uma entrevista que pretende fazer um corte de 30% no quadro de funcionários da empresa. Planejando reduzir de 5 mil para 3.500 trabalhadores, incluindo funcionários efetivos e terceirizados. Deixando dezenas de milhares de famílias na rua e a mercê da miséria e do desemprego.

Grisolia fez essa afirmação após a Justiça ter concedido para ele uma liminar que suspende o Programa de Desligamento Optativo (PDO). A empresa tentava já derrubar na justiça essa suspensão há meses para avançar com seus planos de demissões. Também afirmou na entrevista que os funcionários que ganham mais de R$ 11,6 mil irão ter uma redução salarial de até 40% na remuneração fixa.

Até 2017 a Petrobras era a única proprietária da BR distribuidora, que até então era a maior distribuidoras de combustíveis do país. Ela controlava 30% do mercado, possuindo quase oito mil postos, atuando também em 99 aeroportos por todo o território nacional.. Após o golpe institucional, o governo Temer promoveu uma grande investida em favor dos negócios imperialistas sobre o petróleo brasileiro. Mal havia se consumado o golpe e a lei de exploração do petróleo foi modificada, para alegria das gigantes petroleiras internacionais.

E agora em julho, com o governo Bolsonaro, ocorreu uma nova venda de suas ações, que totalizando 9 bilhões, a Petrobras reduziu sua participação de 71% para 41%, e agora investidores privados têm a maioria das ações da distribuidora de combustíveis. Uma assembleia de acionistas ainda vai definir quem será o novo controlador da empresa.

A falácia do governo vende a ilusão de que as privatizações do governo reduziram o preço do gás, quando na verdade estão a serviço da entrega das riquezas nacionais e do aprofundamento da exploração de seus trabalhadores que irão sofrer com desemprego e redução dos seus salários. Portanto, uma verdadeira saída que atenda aos interesses dos trabalhadores e do povo deve ser colocar a imensa riqueza envolvida em toda a cadeia do petróleo no país integralmente nacionalizada, gerida pelos petroleiros e sob controle do povo.




Tópicos relacionados

Gás de cozinha    /    Petrobras   /    Privatização da Petrobras   /    Demissões   /    Sociedade

Comentários

Comentar