Sociedade

HIGIENISMO DE CRIVELLA

Prefeitura do Rio inicia ’banho de loja’ na Rocinha, enquanto ignora demanda dos moradores

Secretaria municipal de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação, iniciou as obras de pintura das casas que ficam em frente à Auto Estrada Lagoa-Barra, que durarão seis meses.

segunda-feira 30 de abril| Edição do dia

(Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo)

A administração de Marcelo Crivella deu início à seu brilhante plano para a favela da Rocinha no Rio de Janeiro. Diante dos inúmeros problemas enfrentados pelos moradores da comunidade - a falta de estrutura nos mais diferente níveis: saúde, educação e saneamento básico - Crivella elegeu a pintura da fachada das residências como sua prioridade, mas somente a pintura das casas que ficam em frente à Auto Estrada Lagoa-Barra.

A evidente intenção de maquiar as condições miseráveis a que estão submetidos os moradores não se disfarça nem nos argumentos do prefeito, que declarou à repeito da proposta: “A ideia é que, quando passem pela Lagoa-Barra (Autoestrada), as pessoas olhem para cá e tenham ideia de uma comunidade arrumada, bonita, de um povo trabalhador. Hoje ela está muito feinha. Então, nós vamos mudar tudo”, expondo sua postura racista em relação aos moradores.

A efetivação de tal medida pelo prefeito também se faz de forma contrária a posição dos moradores, que após sua declaração preconceituosa, organizaram um abaixo assinado (que conta com 6.000 assinaturas) rechaçando as ’obras de maquiagem’ propostas por ele e exigindo que a verba anunciada para tal ação fosse "realocada para a saúde pública, com o devido investimento em seu pleno funcionamento, pagamento de profissionais e na estrutura do saneamento básico".

Dessa forma, Crivella revela não só seu higienismo, com sua descabida proposta cosmética, mas também seu autoritarismo, desrespeitando a demanda dos moradores para que a verba fosse empregada em serviços públicos realmente necessários e ausentes na região.

Fotos: Márcia Foletto / Agência O Globo




Tópicos relacionados

Rocinha   /    Marcelo Crivella   /    Sociedade   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar