Sociedade

SÃO PAULO

Prefeitura de SP quer acabar até mesmo com a música na Av. Paulista

Visando acabar com os espaços de socialização, cultura e lazer da cidade de São Paulo, Bruno Covas quer retirar até mesmo os músicos da Avenida Paulista.

terça-feira 26 de junho| Edição do dia

Com público cada vez maior, as apresentações de músicos na Avenida Paulista estão prestes a passar por nova regulamentação. A Prefeitura de SP quer restringir cada vez mais o número de pontos na avenida em que os artistas podem se apresentar e pedir cadastramento prévio deles.

"A ideia é fechar um consenso dos pontos em que vamos permitir, avisar os músicos que eles têm de se credenciar antes."

Por decreto, o número de artistas na Paulista é limitado a 50 por domingo. Os espetáculos são organizados livremente e variam a cada domingo. Qualquer parte da Paulista, que é fechada para veículos a partir das 10 horas, pode ser palco.

Como se já não bastasse o prefake Doria e o atual Bruno Covas cortarem verba da Cultura, ainda trabalham arduamente para acabar com os poucos espaços de lazer, cultura e socialização existentes na capital de SP hoje, querendo acabar até mesmo com os shows e atividades autoorganizadas que acontecem livremente em São Paulo. Basta de intervir em nossos espaços! A cidade precisa de espaços de socialização, expressões artísticas, manifestações culturais das mais distintas formas!

Com informações da Agência Estado.




Tópicos relacionados

PSDB   /    cultura   /    Arte   /    Sociedade   /    Música   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar