Sociedade

CARNAVAL 2018

Portal UOL zera enquete do Carnaval para que Tuiuti não ganhe no voto popular

Internautas denunciam essa mudança nos dados da enquete UOL sobre o carnaval, em que a Tuiuti passou rapidamente de 94% dos votos para 18%.

quarta-feira 14 de fevereiro| Edição do dia

Desde quando ocorreram os desfiles o portal UOL conta com um enquete para que os internautas possam votar em quem acreditam que foi a melhor escola e que ganhará o carnaval Rio 2018.

Na noite de segunda, 12, a escola de samba Paraíso do Tuiuti, responsável pelo emocionante enredo que contou a história de resistência dos negros à escravidão ligando ao golpe institucional e as reformas que vivemos hoje, liderava a enquete, com mais de 94% das votações, mostrando que seu enredo empolgou diversos trabalhadores pelo país.

Mas na quarta pela manhã a votação da escola contava com apenas 18,5% das votações, menor que da Mangueira com 24% dos votos, o que levou a suspeita de vários internautas de que o portal teria zerado a votação, apenas para que a Tuiuti não pudesse ganhar.

Mas parece que o UOL não conseguiu frear a força desse enredo e dessa escola de samba no Carnaval 2018, olhando agora no portal a Paraíso do Tuiuti voltou a ser a escola mais votada com cerca de 39% dos votos e a frente da Mangueira que conta com 26%.

O UOL não quer que a Tuiuti ganhe, porque sabe que esse resultado é expressão da insatisfação e força dos trabalhadores e jovens negros que em movimento podem combater Temer e suas reformas. Sabe que uma escola de samba que ganhe a competição do Carnaval com esse tema pode ser um fator para incendiar a população contra os planos dos golpistas.

Nós do Esquerda Diário dizemos que se a Tuiuti não ganhar é golpe, porque sabemos que Temer, Maia, e a grande mídia vão fazer de tudo para que essa escola não vença o carnaval. Todos eles têm medo da energia que os negros podem liberar frente a tamanha exploração e opressão a nossas vidas, que hoje tem como expressão a reforma trabalhista e da previdência.




Tópicos relacionados

Carnaval 2018   /    Reforma Trabalhista   /    Sociedade

Comentários

Comentar