Política

ELEIÇÕES 2018 - SEGUNDO TURNO

População denuncia falta de ônibus em Salvador: locaute pró-Bolsonaro nas eleições?

Fernando Pardal

@fepardal

domingo 28 de outubro| Edição do dia

Os patrões estão do lado de Bolsonaro, o candidato que já se mostrou como a continuidade violenta do governo Temer e que terá como prioridade a destruição de nossas aposentadorias. Até onde estão dispostos a ir para eleger seu candidato de extrema-direita? Vimos que investiram milhões em fake news no Whatsapp. Agora, uma denúncia de moradores de Salvador apresenta fortes indícios de um locaute da patronal dos transportes em defesa de Bolsonaro.

Desde o início do dia de votação desse segundo turno, moradores da capital baiana vêm denunciando a diminuição da frota de ônibus. A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) nega redução da frota: "Estamos operando com 100% da frota, como se fosse um dia útil e como aconteceu no primeiro turno das eleições. Qualquer outra notícia diferente não passa de mentira e boato", afirmou o titular da Semob, Fábio Mota.

Salvador foi a capital onde o candidato do PT, Fernando Haddad, foi melhor no primeiro turno: obteve 47,75% dos votos (647.437) contra 27,81% (377.060) de Jair Bolsonaro, do PSL. Ou seja, dificultar ou impedir que a população da cidade vote – em particular os trabalhadores e a população mais pobre, que é quem mais depende do transporte público – consistiria numa forma direta e ilegal de beneficiar Bolsonaro.

O prefeito da cidade, ACM Neto (DEM) é apoiador de Bolsonaro e disse, ao votar, que "No meu entender, o resultado das pesquisas desse sábado não apontam virada. Se mantém a tranquilidade para a gente acreditar que finalmente, depois de 16 anos de comando do País, o PT vai ser derrotado. É nítido que o País tem se mostrado contra o PT, e dará a vitória a Bolsonaro".

Vale lembrar que o partido de ACM Neto foi um dos articuladores do golpe institucional, apoiador do governo Temer e suas reformas, dirigindo a Câmara dos Deputados com Rodrigo Maia conduzindo as votações. As ilegalidades para beneficiar os capitalistas e atacar os trabalhadores não são novidade, e um possível conluio com empresários do transporte para implementar um locaute e beneficiar Bolsonaro não seria nenhuma surpresa.

O PT baiano acionou o TRE e o Ministério Público para que as denúncias sejam apuradas, tendo divulgado um vídeo do presidente da sigla, Everaldo Anunciação, denunciando a redução da frota:

O MP afirmou que irá investigar as denúncias. Contudo, como sabemos, as ilegalidades em favor de Bolsonaro vêm se multiplicando, não apenas com as fake News, mas mesmo com a absurda intervenção nas universidades ordenada pelo judiciário e executadas pela polícia. Aliás, o judiciário vem sendo o principal fator de manipulação das eleições desde o início, a começar pela prisão arbitrária de Lula sem provas, e, particularmente no nordeste, sequestraram o voto de milhões de pessoas com o absurdo argumento do cadastro biométrico. Vimos em seguida como o TSE deu carta branca para as fake news patrocinadas com caixa 2 por empresários, que circularam amplamente no Whatsapp com mentiras escabrosas para atacar a candidatura de Haddad. Estão descaradamente manipulando as eleições e por isso não podemos depositar nenhuma confiança de que pela via judicial se esclarecerá a questão do locaute, muito menos que serão tomadas providências em relação a isso. Só a organização política independente dos trabalhadores poderá frear essas medidas patronais para fortalecer Bolsonaro e os ataques que ele representa.




Tópicos relacionados

Salvador (BA)   /    Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    Haddad   /    Política

Comentários

Comentar