Teoria

PODCAST FEMINISMO & MARXISMO

Podcast Feminismo & Marxismo: veja obras, filmes e artigos citados nos episódios de abril

Bom dia, boa noite, boa tarde. Seja lá a hora que vocês estejam lendo isso, depois de pedidos sobre as referências citadas pela Diana Assunção, apresentadora do podcast Feminismo & Marxismo, e pelas convidadas, iremos produzir mensalmente compilados das obras e textos citados para quem busca se aprofundar.

quarta-feira 22 de abril| Edição do dia

Bom dia, boa noite, boa tarde. Seja lá a hora que vocês estejam lendo isso. Depois de pedidos sobre as referências citadas pela Diana Assunção, apresentadora do podcast Feminismo & Marxismo, e pelas convidadas nestes 3 episódios, iremos produzir mensalmente compilados das obras e textos citados para quem busca se aprofundar.

Ao final de todo mês, iremos divulgar uma matéria pelo Esquerda Diário com as referências citadas, por ordem de episódio, sempre buscando formas de disponibilizar o máximo do conteúdo online. Esperamos que aproveitem, leiam e sigam ouvindo e compartilhando o nosso podcast.

Esta matéria será editada caso surjam novas demandas, novos materiais e bibliografias

Episódio 8: Trabalho Doméstico e Dupla Jornada

• A mulher na sociedade de classes, Heleieth Saffioti (2013) - Expressão Popular

Heleieth Saffioti foi uma socióloga marxista, professora da UNESP, estudiosa da violência de gênero e militante feminista brasileira.

• A Revolução Traída, Leon Trotsky.

Este livro, escrito por Leon Trotsky é uma de suas principais obras onde elabora sobre a URSS em luta política com a burocracia stalinista.

Disponível online aqui

• Origem da Família, da Propriedade Privada e do Estado, F. Engels (1884) - Editora Boitempo

Neste livro, Engels analisa a sociedade considerando as relações entre os sexos abordando a opressão de gênero, a família burguesa e seus moldes, construindo uma análise da sociedade capitalsita a partir de seus pilares fundamentais: Estado e a propriedade privada.

• O Comunismo e a Família, Alexandra Kollontai - Livro de Domínio Público

Alexandra Mikhaylovna Kollontai foi uma líder revolucionária russa e teórica do marxismo, membro do partido bolchevique e militante ativa durante a Revolução Russa de 1917.

• Pão e Rosas, Andrea D’Atri, editora Iskra (2017)

Andrea D’atri é uma femnista marxista e militante reconhecida internacionalmente por ser fundadora do grupo de mulheres Pão e Rosas, membro do Partido de los Trabajadores Socialistas (PTS) da Argentina.

O livro Pão e Rosas, de sua autoria, já foi citado nos episódios de março do Podcast Feminismo e Marxismo.

• Estado e e Revolução, Vladímir Lênin - Edição Boitempo, coleção Arsenal Lênin

Este livro é uma das mais importantes obras de Lênin, escrita às vesperas da revolução de Outubro em 1917. Lênin retoma obras e debates realizados por K. Marx e F. Engels sobre a origem do Estado e qual seu papel após a tomada do poder. Além disso, o livro compila uma série de debates com o revisionismo da social Democracia Alemã, em especial, K. Kautsky.

• Doméstica, Gabriel Mascaro (2012)

No filme escrito e dirigido por Gabriel Mascaro, sete jovens são responsáveis por filmar as próprias empregadas domésticas e contar a história delas para os espectadores. Cada um mostra, em sua perspectiva, suas massantes rotinas de trabalho e exploração.

• A Contribuição da Mulher na Construção do Socialismo - Vladímir Lênin (1919)

• Mulher, Estado e Revolução, Wendy Goldman - Boitempo e Edições Iskra (2014)

A Boitempo, em parceria com a Edições ISKRA, publicou o premiado livro A Mulher, o Estado e a Revolução: política da família soviética e da vida social entre 1917 e 1936. Escrito por Wendy Goldman, historiadora e professora da Universidade Carnegie Mellon (EUA), dos sobre a Rússia e a União Soviética, a obra examina as mudanças sociais pela qual passou a sociedade soviética e, principalmente, as mulheres, nas duas primeiras décadas pós-revolução.

Episódio 9: O bolsonarismo é uma reação ao feminismo?

Feminismos populares: resistência ou revolução (permanente)

Feminismo para os 99%: estratégias em debate

O desejo sob suspeita

Nancy Fraser: um feminismo para abolir as hierarquias

Feminismo cool: vitórias que são de outras

• O Marxismo de Gramsci, Juan Dal Maso - Editora Iskra (2020)

O livro foi lançado online no dia 17 de abril de 2020, pelas Edições Iskra e possui o prefácio de Fabio Frosini. Como disse o investigador italiano, "o livro pode ser pensado como uma viagem pelos Cadernos do cárcere para ir além de Gramsci. Merece ser lido pela precisão dos detalhes, o respeito pelos textos e pela história".

Ver essa foto no Instagram

FEMINISMO E MARXISMO | No episódio 09 de nosso Podcast Feminismo e Marxismo, Diana Assunção, junto a Virgínia Guitzel e Grazi Rodrigues, debateram a relação entre o bolsonarismo e todo seu conteúdo reacionário, que ataca feministas, além de outros setores de movimentos sociais, como negros e LGBTs, e sua relação com o avanço desses setores que rechaçam nas ruas e fora delas governos reacionários de todo mundo. Com o movimento internacional de mulheres, o Bolsonarismo se configurou como uma resposta à força das mulheres que se colocaram nos atos massivos do #Elenão, bem como internacionalmente, com as mulheres contra Trump e na luta pelo aborto legal na Argentina, a Maré verde. Ouça nosso podcast completo! Disponível no Spotify, AudioBoom, Deezer, Facebook, Youtube, Apple Podcasts e Google Podcasts. #feminismo #feministas #feminista #marxismo #marx #esquerda #bolsonaro #bolsonarismo #jairbolsonaro #movimentofeminista #mulheres #internacional #governobolsonaro #politica

Uma publicação compartilhada por Esquerda Diário (@esquerdadiariooficial) em

Episódio 10: A primeira Onda do Feminismo

• As Sufragistas, Sarah Gavron (2015)

• Estado e e Revolução, Vladímir Lênin - Edição Boitempo, coleção Arsenal Lênin

Este livro é uma das mais importantes obras de Lênin, escrita às vesperas da revolução de Outubro em 1917. Lênin retoma obras e debates realizados por K. Marx e F. Engels sobre a origem do Estado e qual seu papel após a tomada do poder. Além disso, o livro compila uma série de debates com o revisionismo da social Democracia Alemã, em especial, K. Kautsky. Disponível aqui

• Lutadoras, (2018)

• Uma Reivindicação pelos Direitos da Mulher, Mary Wollstonecraft - Boitempo Editorial

Filme sobre Mary Shelley, filha de Mary Wolstonecraft, autora da obra Frankenstein

• União Operária, Flora Tristán - Expressão Popular

Em 1843, Flora Tristán publica União operária, seu mais importante livro. É nele onde encontramos sua famosa análise do estatuto de pária das mulheres. Neste panfleto a autora formula, quatro anos antes do Manifesto Comunista, a ideia de uma união universal dos operários e operárias aos quais ela convida a se organizar em dimensão internacional.

• Declaração dos direitos da mulher, Olympe de Gouges -Publicado em português pela Editora Saraiva.

• "Não sou eu uma mulher?" - Sojourne Truth

Sojourner Truth, nascida Isabella Baumfree por volta de 1797, em Nova Iorque, foi uma abolicionista afro-americana e ativista dos direitos das mulheres.

Primeira mulher negra com o rosto estampado no dólar

E a música da Nina Simone, pedida por Patrícia Galvão no último episódios, após completar três gloriosas participações em nosso podcast:

Até a próxima! Curtam e compartilhem!




Tópicos relacionados

Jair Bolsonaro   /    Feminismo   /    PODCAST   /    Marxismo   /    Teoria   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar