Juventude

OCUPA TUDO

Plenária das Unidades Ocupadas aponta a necessidade unificação contra a PEC no Rio

sexta-feira 11 de novembro| Edição do dia

Nesta quinta-feira ocorreu a plenária das unidades ocupadas no Colégio Pedro II do Centro. Participaram da plenária representantes das ocupações e entidades estudantis no intuito de ser um primeira conversa que chamasse para ações unificadas entre as ocupações que estão ocorrendo no Rio contra a PEC 55 (241). Originalmente convocado para ser uma plenária só de estudantes secundaristas, a convocação se tornou mais ampla quando aos estudantes dos Campi Maracanã, Niterói, Centro, Realengo do Pedro II, se somaram estudantes de diferentes unidades ocupadas da UFF, UFRJ, das ocupações da UFRRJ, da ocupação de Reitoria da UNIRIO e estudantes da PUC-Rio que começam sua mobilização.

A plenária apontou a necessidade de unificar as ocupações para derrotar a PEC 55 (241), e um iniciou um debate que ainda está em aberto sobre a forma de fazê-lo, partindo do princípio que a unificação é necessária para se potencializar as ocupações, saindo para a rua em atos unificados ou em ações locais simultâneas que chamassem a atenção e o apoio para a luta contra a PEC.

Foi saudada cada ocupação, repudiada as ações de movimentos ligados à Temer, como o MBL, que organizam "desocupas" em defesa do ataque que vai congelar o investimento nos serviços públicos durante 20 anos. Foi saudada também a luta dos servidores que enfrentam um ajuste fiscal do estado, e setores como professores que aderiram à paralisação do dia 11 (hoje) convocada contra este ataque com um bloco das ocupações. Além da construção deste de lutas nacional contra a PEC, com atos locais e ida de todos à concentração na Candelária 17h, também foi decidido uma nova plenária indicada para o dia 18 e novos atos para o dia 25 de novembro.

A necessidade de unificar e coordenar as lutas para ocupar as ruas, preocupação presente em praticamente todas as ocupações, aponta a necessidade da construção de um comando regional de ocupações, com representantes de cada ocupação eleitos e revogáveis em assembleia, que sirva para coordenar as ações de rua dos estudantes e unifique com os comandos de greve forjando a aliança estratégica com os trabalhadores.




Tópicos relacionados

PEC 241/55   /    Rio de Janeiro   /    Juventude

Comentários

Comentar