Política

FRACASSO DO GOVERNO TEMER

Plano que previa 5 mil demissões voluntárias de servidores federais tem somente 76 adesões

Os trabalhadores não aderiram a mais esse ataque do governo golpista

quarta-feira 29 de novembro| Edição do dia

O governo Temer elaborou um Plano de Demissão Voluntária para servidores públicos que tinha como meta a demissão de 5 mil funcionários. No entanto, a adesão foi de apenas 76 servidores e o programa perde a validade hoje, dia 29. Diante do fracasso da iniciativa o governo quer propor uma reedição, com os mesmo benefícios, para 2018.

O último PDV realizado pela união foi na década 90, e era uma das grandes apostas do Ministério do Planejamento para economizar 1 bilhão de reais, segundo o ministro. Essa proposta se insere no conjunto dos ataques que Temer e sua equipe econômica vêm levado a frente contra o funcionalismo público, com a conhecida PEC do teto de gastos que congelou os investimentos nas áreas sociais em 20 anos, a reforma trabalhista e a agora, a nova ofensiva com a reforma da Previdência.

A medida provisória que criou o PDV previa o pagamento de 1,25 salário por ano trabalhado. Além disso, foi oferecido o pagamento de meia hora diária para quem reduzisse a jornada de 40h semanais para 30h ou 20h. E o pagamento de três remunerações aos servidores a quem optasse pela licença não remunerada por três anos.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar