Política

PEZÃO DÁ MAIS PRIVILÉGIOS AOS CAPITALISTAS

Pezão dá novos incentivos fiscais a três atacadistas que ajudaram governo a conceder isenções

Assim que Pezão derrubou a liminar do Ministério Público Estadual que proibia a concessão de novas isenções fiscais, ele assinou decretos no dia 2 de junho concedendo novas isenções. Uma delas pertence a grupo que atuou para derrubar a liminar proibindo novos benefícios aos empresários.

segunda-feira 19 de junho| Edição do dia

Os novos incentivos fiscais de Pezão foram concedidos a três atacadistas Puig Brasil Comercializadora de Perfumes, Viks Importação e Exportação e Mix Certo Distribuidora de Cosméticos, Alimentos e Limpeza.

Uma dessas empresas, a Mix Certo Distribuidora, é de propriedade de um dos dirigentes da Associação dos Atacadistas e Distribuidores do Estado do RJ (ADERJ), grupo que atuou judicialmente contra a liminar do MP que impedia que Pezão concedesse novas isenções.

No site da ADERJ, a queda da liminar foi comemorada: "A Aderj participou do julgamento como ’amicus curiae’, tendo realizado, através do Dr. Olavo Leite sustentação oral e, assim, demonstrado os números de nosso segmento e exposto os motivos pelos quais entendia que a manutenção da liminar poderia provocar danos irreversíveis ao setor."

Enquanto isso, Pezão deixa os servidores mais uma vez sem salários, e acaba de anunciar que não pagará o restante dos salários de abril, concedendo apenas uma nova parcela de R$ 300 reais, que se soma à de R$ 700 feita na semana passada.

Após receber de volta R$ 109 milhões da União Pezão disse que não sabia se iria pagar os salários, mas que "era uma prioridade".

A única prioridade desse governo é a de salvar os lucros dos capitalistas, enquanto faz acordos com Temer para atacar nossos direitos.




Tópicos relacionados

Luiz Fernando Pezão   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar