RIO DE JANEIRO

Pezão afirma que salários atrasados serão pagos só em 2018

sexta-feira 15 de dezembro de 2017| Edição do dia

Mais uma vez, o governador do Rio de Janeiro não cumpre sequer as promessas que faz. Em entrevista realizada hoje para a rádio CBN, ele afirmou que os salários de novembro dos servidores públicos não serão pagos esse ano.

Em uma nova promessa, agora diz que os o décimo terceiro e o salário de novembro serão pagos até o dia 20 de janeiro de 2018. Ele pretende usar parte da quantia dos royalties do petróleo e de empréstimos com bancos para o pagamento.

O governador também não perdeu a oportunidade de atacar a UERJ e defender sua privatização. Segundo ele “não adianta ficar contando só com recursos do tesouro do Estado”, e por isso a universidade deveria vender seus imóveis e fazer parcerias com o setor privado.

O governo alega crise econômica e endividamento do estado para justificar o atraso e o parcelamento dos salários, bem como uma série de medidas de sucateamento dos serviços públicos. Mas ao mesmo tempo, perdoa dívidas bilionárias de empresário, cujo valor em menos de dez anos é quase cem vezes maior do que o orçamento destinado ao pagamento dos trabalhadores estaduais.

VEJA TAMBEM
Cacau: “Só uma política independente, dos trabalhadores, pode acabar com a corrupção”
Pezão, governador do Rio, é acusado de receber R$ 4,8 milhões em propina da Fetranspor




Tópicos relacionados

Servidores Públicos   /    Luiz Fernando Pezão   /    Crise no Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar