Mundo Operário

GREVE DOS PETROLEIROS

Petroleiros realizarão venda de botijão a preço justo também em Campinas

Chegando ao 7° dia de greve com um grande ato marcado para ocorrer hoje na Refinaria de Paulínia (Replan), uma das mais importantes do país, os petroleiros seguem a greve estendendo suas ações "Robin Hood" com a venda de botijões a preço justo para outras cidades do país buscando ampliar o apoio a greve. Neste sábado será em Campinas.

sexta-feira 7 de fevereiro| Edição do dia

Como forma de romper o cerco da mídia a respeito da greve e também buscar apoio da população os petroleiros vêm realizando diversas ações de venda de botijão de gás de cozinha e combustível a preço justo, como mostramos aqui e aqui, demonstrando também que a Petrobras poderia e deveria estar a serviço dos trabalhadores e não garantindo lucros enormes para os capitalistas e para o imperialismo que deseja ferozmente este recurso estratégico.

As próximas ações de venda de botijões serão na cidade de Campinas, no próximo sábado dia 08/02 pelo valor de R$ 38.

Com estas ações os trabalhadores buscam criticar a política de preços da Petrobrás e demonstrar a possibilidade de aplicar valores justos, diferente do que ocorre atualmente. Demonstram também, mesmo que simbolicamente, a capacidade da classe trabalhadora de responder às demandas profundas da sociedade. Tais ações remetem à recente luta dos trabalhadores franceses, quando os eletricitários cortaram a luz dos ricos e religaram em bairros pobres. Tais ações ocorreram em meio à uma greve de transportes que durou mais de 50 dias, em uma enorme batalha contra o governo e também contra a burocracia sindical que atuou como freio aos trabalhadores.

Com a recente decisão do TST de bloquear as contas dos sindicatos e permitir a contratação temporária para furar a greve dos petroleiros em uma medida escandalosa e anti-operária é urgente cercar de solidariedade os trabalhadores em luta. As centrais sindicais, como CUT e CTB, e também os sindicatos e entidades estudantis como a UNE, além de DCEs e centros acadêmicos de todo o Brasil devem impulsionar ações de solidariedade à greve e ser parte de furar o bloqueio midiático que a imprensa capitalista vem fazendo para isolar os trabalhadores. Os parlamentares de esquerda como os do PSOL devem utilizar todo alcance midiático de seus mandatos para dar visibilidade e gerar solidariedade com os petroleiros.




Tópicos relacionados

Petrobras   /    Privatização da Petrobras   /    Greve dos Petroleiros   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar