×

Solidariedade de Classe | Petroleiros de Betim - MG protestam contra a terceirização do trabalho e em solidariedade à greve de Santos

Trabalhadores da refinaria da Petrobras(REGAP), em Betim, Minas Gerais, protestaram contra a terceirização na unidade e em solidariedade à greve que já dura 1(uma) semana dos petroleiros do terminal de Santos(ALEMOA), contra a redução de funcionários. Veja o vídeo na matéria.

sexta-feira 24 de setembro | Edição do dia

Foto retirada do site da CUT

No dia de hoje(24) aconteceu um protesto na REGAP, refinaria que está na lista das unidades que Bolsonaro, Guedes e os militares, que administram a Petrobras, estão colocando à venda a preço de banana. Os petroleiros atrasaram a troca de turno, protestando contra a terceirização de diversas atividades. Na REGAP está sendo terceirizada as operações de água da refinaria e isso é uma realidade em todas as refinarias do país, onde estão sendo terceirizadas as atividades de água, utilidades, laboratório e outras.

A terceirização na refinaria é feita para precarizar o trabalho, reduzir o quadro de petroleiros, colocando cada trabalhador em muito maior risco por cansaço, por excesso de trabalho, por falta de segurança, colocando em risco inclusive as populações nos entornos das refinarias.

Veja mais: "A gente não tem mais nada a perder, então temos que partir atrás de alguma coisa" diz trabalhadora em greve da Proguaru”

O protesto na REGAP contou com a participação de dirigentes sindicais das duas federações petroleiras, a FUP e a FNP, retratando como esse ataque acontece em todo país e é parte de preparar o caminho para as privatizações. No protesto os petroleiros de minas gerais também fizeram uma ação de solidariedade aos petroleiros em greve no terminal de Santos(ALEMOA), que já dura mais de 1 semana, lutando contra a redução do quadro de funcionários, por emprego e por segurança operacional em Santos.

É necessária a unidade da luta dos petroleiros de todos os terminais, refinarias, plataformas. Os problemas de falta de pessoal, avanço da terceirização para abrir caminho para a privatização atinge em todas as unidades, administradas por gerentes à mando dos generais que atendem ao mercado fazendo o trabalho ficar mais precário, para aumentar os lucros dos acionistas. Fazendo os petroleiros assim como a população em geral pagar a conta dos acionistas privados da empresa, como a população paga a conta com combustíveis caros.

Conheça o programa Nossa Classe tá ON:




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias