Política

BOLSONARO

Pesquisa CNT/MDA mostra aumento da desaprovação de Bolsonaro

Foi divulgada nesta segunda (26) pesquisa realizada pela CNT/MDA que mostra um aumento da desaprovação de Jair Bolsonaro: de fevereiro a agosto saltou de 28,2% para 53,7% e a sua aprovação pessoal recuou de 57,5% para 41%.

segunda-feira 26 de agosto| Edição do dia

Foi divulgada nesta segunda (26) pesquisa realizada pela CNT/MDA que mostra um aumento da desaprovação de Jair Bolsonaro: de fevereiro a agosto saltou de 28,2% para 53,7% e a sua aprovação pessoal recuou de 57,5% para 41%.

Quando questionados sobre o governo Bolsonaro os entrevistados responderam que avaliam positivamente são 29,4%, enquanto em fevereiro foram 38,9%. A avaliação negativa do governo Bolsonaro subiu de 19% em fevereiro para 39,5% agora em agosto.

Quanto à avaliação se Bolsonaro está cumprindo as promessas de campanha 40% dos entrevistados responderam que não está cumprindo. 45,4% responderam que ele está cumprindo em partes, outros 9,5% dizem que está cumprindo totalmente e 5,1% não souberam ou não responderam.

Quanto da relação de Bolsonaro com o Congresso Nacional 55,6% dos entrevistados acham que o presidente não tem conseguido manter uma boa articulação para votar temas importantes para o país. 31,6% acham que ele tem conseguido manter boa essa articulação com os congressistas e 12,8% não souberam ou não responderam.
A pesquisa ainda levantou as áreas que os entrevistados acham que deveriam ser os maiores desafios do governo Bolsonaro. Dentre onze opções, Saúde (54,7%), Educação (49,8%) e Emprego (44,2%) foram as áreas mais lembradas.

Sobre o desempenho do governo em diferentes setores, na Saúde (30,6%), no Meio Ambiente (26,5%) e na Educação (24,5%) o governo tem as piores avaliações.

Enquanto no combate à corrupção (31,3%), Segurança (20,8%) e redução de cargos e ministérios (18,5%) são áreas que o governo melhor atuou nesses últimos 8 meses.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Jair Bolsonaro   /    Política

Comentários

Comentar