Sociedade

FILTRO SOCIAL

Perversidade do vestibular: Jovem tem ataque cardíaco após sete tentativas de entrar na universidade

Esse caso fatal é o ápice de uma busca de milhões de jovens que tentam não só pelos vestibulares estaduais, mas também pelo Sisu (que abrange a maioria da juventude) a chance de uma vaga em alguma universidade publica.

Rodrigo Leon

@RodHeel

quarta-feira 1º de fevereiro de 2017| Edição do dia

O jovem que morreu após sete tentativas de passar no vestibular mostra que o filtro social e o mito da inclusão de milhares nas universidades publicas do país tem resultados que chegam a ser surreais ao ponto que uma pessoa tenha morrido por ter como sonho o acesso a universidade.

A Uepa postou uma nota sobre o que aconteceu com o jovem:

“A Universidade do Estado do Pará (Uepa) lamenta profundamente o falecimento de Geonne Natalino Azevedo Silva na tarde desta terça-feira, 31 de janeiro, e se junta aos familiares, amigos e colegas de classe neste momento de dor e sofrimento. Geonne foi aprovado pelo Processo Seletivo (Prosel) no curso de Pedagogia para o Campus Salvaterra, e morreu enquanto comemorava a aprovação no vestibular, vítima de uma parada cardiorrespiratória”


Jovem comemora calourada.

A simplicidade da nota infelizmente não mostra que esse caso fatal é o ápice de uma busca de milhões de jovens que tentam não só pelos vestibulares estaduais, mas também pelo Sisu (que abrange a maioria da juventude) a chance de uma vaga em alguma universidade publica.

Enquanto os monopólios das universidades privadas, os interesses capitalistas dos patrões e o governo golpista de Temer se colocarem contra a educação publica e de qualidade para todos, a vida não só de Geonne, mas da juventude de conjunto, fica não só ameaçada a um futuro de uma educação privatizada e precarizada, mas também a uma vida regrada a passar por um filtro social que não deveria existir, que exclui e faz vitimas de um sistema competitivo que deveria estar aberto a todos.




Tópicos relacionados

Sociedade   /    Educação

Comentários

Comentar