Política

Perfil do TRF-4 curtiu tweet do general Villas Bôas

quarta-feira 4 de abril| Edição do dia

Em sua conta do Twitter, o Tribunal Regional Federal da 4° Região (TRF-4), curtiu o tweet do comandante do Exército Brasileiro, general Villas Boas, onde ele faz declarações ameaçadoras, dizendo que o Exército compartilha “o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito a constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais”. Nesse post, o general teve o objetivo de pressionar o STF na sua decisão no julgamento do habeas corpus de Lula que está ocorrendo nessa quarta.

O TRF-4 afirmou que a curtida partiu de um servidor que auxilia na administração técnica da página do Tribunal no Twitter, e que ele curtiu o post achando que estaria usando sua conta pessoal.

Não é a primeira vez que o TRF-4 coloca alega que manifestações de forma imparcial nas redes sociais seria de seus servidores e não do Tribunal. Antes do julgamento do Lula pela 8° Turma do Tribunal, a chefe de gabinete da presidência do TRF-4, publicou em sua página uma petição online para coletar assinaturas em apoio à condenação de Lula.




Tópicos relacionados

Julgamento de Lula   /    "Partido Judiciário"   /    Política

Comentários

Comentar