Mundo Operário

PATRÃO AGRIDE E ROUBA TRABALHADORA

Patrão espanca ex funcionária para roubar o dinheiro da rescisão

Vídeo mostra empresário agredir ex funcionária para roubar o dinheiro da rescisão do contrato, direito do trabalhador que o patrão é obrigado a dar.

quarta-feira 26 de julho| Edição do dia

O caso ocorreu em 2015. Almir Souza acha que é dono de seus empregados e por isso não queria pagar a rescisão de sua ex funcionária. O vídeo mostra o momento em que ele espancou sua ex funcionária no elevador, até conseguir pegar a sua bolsa. Lá estavam os 3 mil reais que ela tinha direito e que Almir não queria pagar. Quando o elevador abre, o patrão sai com o dinheiro que roubou da trabalhadora depois de espancá-la covardemente, veja as imagens:


Patrão agride ex-funcionária dentro de elevador por thevideos11

O caso ocorreu em Curitiba (PR), ambos entraram no elevador logo após ter sido assinado o acordo demissional. A ex funcionária fez queixa na polícia, e segundo o Sindicato de Trabalhadores do Comércio Hoteleiro, ela ainda sofreu ameaças do ex patrão, caso procurasse a polícia.

Até o momento, apesar de tantas provas, o agressor e ladrão continua solto. Afinal, empresários raramente são presos e tem a proteção da polícia e da justiça, compradas pelo dinheiro que roubam de nosso trabalho.

Este tipo de situação, que quase sempre é encoberta pela justiça, é o que a Reforma Trabalhista quer ampliar cada vez mais. Os patrões querem nos explorar, acham que são nossos donos, querem uma lei para poder voltar a ter trabalho escravo, para explorar as mulheres grávidas em locais de trabalho insalubres ou para institucionalizar o roubo do trabalhador na forma da lei.

O espancamento contra a trabalhadora para roubá-la também mostra que tipo de "negociação individual direta com o patrão" o governo golpista de Temer a casta política corrupta querem instituir.




Tópicos relacionados

Reforma Trabalhista   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar